terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Depredação do Patrimônio Público: Comunidade deve denunciar atos de vandalismo


Além do Parque Jonas Ramos outros locais públicos foram atacados pelos vândalos

   Durante o final de semana alguns espaços públicos foram depredados por vândalos. O Parque Jonas Ramo, teve suas lixeiras destruídas, volume alto de lixo na água do Tanque e o entupimento da pia que fornece água aos usuários. Já no Cemitério Cruz das Almas foi o setor de depósito dos materiais de trabalho que foi arrombado.
   De acordo com o secretário interino de Meio Ambiente, Euclides Mecabô, todos estes locais já foram recuperados pela equipe de serviços. “Registramos um Boletim de Ocorrência junto aos órgãos competentes para que possamos identificar estas pessoas e posteriormente respondam pelos seus atos. No caso específico da água do Tanque sabemos que o local também precisa de uma limpeza completa. A última foi feita há mais de três anos”, diz.
   O secretário ressalta também que após conversa com o prefeito Antonio Ceron sobre estes assuntos e que acabam trazendo prejuízos para o patrimônio público, a ideia é que a comunidade ajude nestes casos, denunciando quando possível. “A comunidade deve fazer a sua parte. Arrumar num dia e no outro amanhecer tudo destruído, fica difícil”, desabafa Mecabô.

Trabalhos da Secretaria

   Com relação aos demais trabalhos executados pela Secretaria de Meio Ambiente, o secretário interino Euclides Mecabô, salienta que todos estão sendo realizados: fiscalização, coleta do lixo, limpeza urbana, cemitérios, rodoviária, aeroporto, terminal urbano entre outros. “Por determinação do prefeito Antonio Ceron estamos trabalhando com o limite disponível, tanto de pessoal como de maquinário, para atender todas as demandas dos bairros e centro”, explica.
   Recentemente a equipe de serviços esteve atuando na Avenida Primeiro de Maio e rua João José Godinho. 

Fotos: Ari Junior
______________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário