terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Morre o ex-ponta esquerda Paulo Henrique, ídolo do Inter de Lages nos anos 90

morreu no Rio de Janeiro nesta segunda-feira, aos 52 anos, o ex-ponta esquerda colorado Paulo Henrique. Ele havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico no último sábado, e nesta segunda não resistiu.

Paulo Henrique foi um dos principais nomes do Internacional de Lages em 1991 e 1992, temporadas em que o clube fez boas campanhas no estadual após retornar da segunda divisão. Em 1992, o clube foi ainda vice-campeão da Copa Santa Catarina.
Naquelas temporadas, o ex-ponta esquerda formou um trio ofensivo que marcou época no Colorado Lageano, ao lado de Zé Melo e Jones. Depois de encerrar a carreira como jogador, Paulo Henrique passou a atuar como treinador, com trabalhos de destaque nas categorias de base. Em 2011, ele foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior comandando o Flamengo.
Paulo Henrique Souza de Oliveira Filho herdou o gosto pela bola do pai, o ex-lateral esquerdo Paulo Henrique. O patriarca defendeu o Flamengo entre as décadas de 60 e 70 e foi titular da seleção brasileira na Copa de 1966. Em 1992, pai (como treinador) e filho trabalharam juntos no Inter de Lages.
A última passagem de Paulo Henrique Filho por Lages ocorreu em 2013. Naquele ano, ele entrou em campo com a camisa do Flamengo, clube em que começou a carreira, para disputar uma partida festiva entre os masters do clube carioca e do Colorado Lageano. Na ocasião, ele gravou seus pés em uma placa de concreto, peça que o Inter pretende exibir em um museu próprio. A peça está guardada para quando o projeto do museu começar a sair do papel.


NOS ANEXOS:

- Paulo Henrique (no destaque) compôs com Jones (com a bola) e Zé Melo (primeiro agachado, à esquerda) um trio ofensivo que marcou época no Inter (Foto: acervo Mauricio Neves de Jesus)
- Paulo Henrique marca seus pés para o acervo do futuro museu do Inter (Foto: divulgação)
 
--
Inter de Lages
Imprensa
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário