terça-feira, 16 de maio de 2017

Fechamento de ala do Hospital Tereza Ramos é abordado na Câmara

Em matéria encaminhada à Secretaria Estadual de Saúde e à direção do Hospital Tereza Ramos, o vereador Osni Freitas (PTB) requer informações a respeito do fechamento da ala denominada Portinari no referido hospital. O requerimento 070/2017 pergunta quantos leitos eram disponibilizados no local, quais os motivos para o fechamento, quais soluções podem ser tomadas para a reabertura do local e se procede a informação sobre uma possível privatização do hospital ou terceirização de alguns setores do HTR.
No dia 5 de maio, Osni Freitas participou de uma reunião no HTR juntamente com os vereadores Aida Hoffer (PSD), Amarildo Farias (PT), Ivanildo Pereira (PR), Jair Junior (PSD), Jean Pierre (PSD), Lucas Neves (PP), Luiz Marin (PP), Maurício Batalha (PPS) e Pedro Figueredo (PSD), bem como assessores dos outros edis. Na ocasião, a diretora do hospital, Beatriz Montemezzo, respondeu a diversas manifestações feitas pelos vereadores tanto naquele momento, como em matérias deliberadas pela Câmara referentes ao HTR, além de conduzir uma visita a diversos setores do hospital.
Os vereadores compreenderam que os problemas enfrentados no HTR não são culpa da gestão local, a qual demonstrou durante a visita, o cuidado e a responsabilidade que se tem com a população. Tem um caráter mais amplo, uma vez que faltam funcionários para atuar no HTR, além de dificuldades com a manutenção de aparelhos importantes para a saúde da população. “Nós queremos uma providência, porque no pronto socorro já tem gente morrendo, tem faltado cama lá e fechar mais esta, vai ficar difícil para o povo que é pobre”, comentou Osni, durante o debate do requerimento na Câmara.


Nenhum comentário:

Postar um comentário