sexta-feira, 29 de setembro de 2017

A pedido de Carmen Zanotto, Câmara debaterá violência financeira contra idosos

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara do Deputados aprovou nesta quinta-feira (28) pedido de audiência pública para debater a violência financeira contra as pessoas idosas, como é conhecida a exploração indevida da renda ou apropriação do patrimônio. Uma das formas, geralmente praticada por familiares, é obrigar o idoso a contrair empréstimos consignados.
Para a deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC), o debate poderá contribuir para chamar a atenção da sociedade para a gravidade do problema, que, segundo ela, é crescente no país, principalmente com o aumento da crise econômica.
“O número de idosos neste tipo de situação está aumentando. As maiores vítimas são os aposentados e pensionistas, que geralmente são obrigados por familiares ou pessoas mais próximas a contrair empréstimos consignados. O pior é que eles ficam endividados, sem dinheiro para comprar remédios e manter uma alimentação saudável”, afirmou a parlamentar.
Disque 100 
Uma pesquisa feita pela Coordenação-Geral dos Direitos do Idoso, vinculada à Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH), demonstra que no primeiro semestre deste ano foram feitas 8.897 queixas ao Disque 100 denunciando violações como retenção de salários, extorsão e expropriações de bens de idosos.
A faixa etária das vítimas com maior incidência é de 71 a 80 anos (36%), seguida de 61 a 70 anos.
Na avaliação de Carmen Zanotto, com o alto desemprego, o idoso que tenha uma renda de aposentadoria ou de pensão se vê pressionado a solucionar o problema financeiro da família. “Frequentemente, o parente que mora junto exige mais do que a pessoa pode o dar”, argumentou.
Participação
Serão convidados para participar da audiência pública os representantes da Central Judicial do Idosos do TJDFT; do Conselho Nacional do Ministério Público; da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban); do Instituto Nacional do Seguro Social; da Associação Nacional do Ministério Público de Defesa dos Direitos dos Idosos e Pessoas com Deficiência e do Núcleo de Apoio ao Superendividado do Procon-SP.


O professor Coruja na Assembleia

O deputado Fernando Coruja protagonizou uma semana memorável na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e deu uma aula prática sobre o Regimento Interno da Casa. Cansado  de clamar pelo debate, de tentar fazer com que a presidência da Casa cumpra o Regimento Interno e permita que os parlamentares possam se manifestar a favor ou contra as emendas apresentadas, nas Comissões, promoveu um acalorado debate na Comissão de Finanças sobre a conversão em lei da medida provisória que criou o Programa Catarinense de Recuperação Fiscal (Prefis), e comparou o líder do governo na Assembleia ao ditador da Coreia do Norte. "Depois desse míssil do Darci "King Jong-un" de Matos, eu vou mudar de ideia", disse Coruja ao ver suas emendas negadas e diante da pressão para retirar o pedido de vista.  

O protesto de Coruja contra a rejeição das emendas e também ao pedido para que elas fossem votadas em destaque dentro da comissão,  foi efetivado horas depois, no plenário. Coruja  cumpriu o que havia prometido pela manhã e reapresentou as emendas, levando 70 requerimentos para debate durante a sessão. E foi além, disse que eram "apenas" 70 porque não havia tido tempo de produzir mais "porém  me aguardem que da próxima serão 600, afinal  temos muito tempo aqui e não entendo a pressão para que tudo seja votado rapidamente". Coruja voltou a ressaltar que  não existe debate.  "Aqui tem muito projeto sendo votado às pressas. Eu vi muito disso lá em Brasília quando fui deputado federal, nos tempos do Eduardo Cunha. Justificavam tudo pela urgência e sempre tinha coisa escondida. Hoje ele tá preso", pontuou Coruja.

A medida drástica utilizada por Coruja produziu o resultado esperado e a presidência da Assembleia que pela manhã, com base em um parecer da Procuradoria Jurídica da Assembleia, não acatou a solicitação de Coruja, voltou atrás e consolidou a promessa de que, a partir de agora, os deputados poderão se manifestar a favor ou contra as emendas apresentadas, nas Comissões. Parlamentares referiram-se ao fato como "um gol de placa de Coruja". 


Estreia colorada na Copa Santa Catarina será às 11h

A estreia do Internacional de Lages na Copa Santa Catarina será em novo horário. Com a mudança, confirmada nesta quinta-feira, a partida contra o Brusque, no próximo dia 8, será às 11h.
O Inter solicitou a mudança após ouvir a sugestão de adoção do horário feita por torcedores e sócios do clube. Os ingressos começam a ser vendidos na próxima segunda-feira, na loja do clube, com preços a partir de R$ 10.

Além do Inter e Brusque, disputarão a Copa Santa Catarina Atlético Tubarãoe Joinville. O campeão será um dos representantes do estado na Copa do Brasil de 2018.

Aprovado projeto que define nomenclaturas ao Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza

O Projeto de Lei Complementar 027/2017 que define novas nomenclaturas para a tabela de cálculo do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) foi aprovado na sessão de terça-feira (26) da Câmara. De acordo com a justificativa enviada pelo prefeito Antonio Ceron (PSD), esse projeto visa recepcionar as alterações ocorridas na Lei Complementar 116/2003, através da Lei Complementar 157/2016, que introduziu significativas alterações no ISSQN e busca a atualização de importantes dispositivos da legislação tributária municipal.
Ainda de acordo com o prefeito, entre essas alterações, destacam-se as medidas voltadas a evitar a guerra fiscal entre os municípios, a exemplo da alíquota mínima do ISSQN definida em 2%, que deverá ser observada por todos as cidades do país. Com a nova lei, passa a ser considerada improbidade administrativa, por parte do gestor responsável, a concessão de benefício fiscal cuja alíquota esteja abaixo deste mínimo.
O documento destaca também a alteração do local de recolhimento do tributo para os contribuintes que tem como atividade operação com cartões de crédito e débito, leasing e planos de saúde. A alteração legislativa, em outras palavras, transferiu a cobrança do ISS, atualmente realizada no município do estabelecimento prestador para o município do tomador de serviço, o que pode nos trazer significativo incremento na arrecadação.
O projeto apresentado pelo líder do governo na Câmara, vereador Gerson Omar dos Santos (PSD), altera dispositivos das Leis Complementares 193/2003, 251/2005 e 285/2007. “Essas mudanças são importantes, pois reflete na receita do município e naquilo que é arrecadado, ou seja, diretamente em benefício às pessoas”, disse o vereador.
Leia o projeto na íntegra acessando:


Prefeito recebe visita de atleta lageana

Graziele de Macedo Andrade, atleta do Clube New Christians, foi convocada pela Confederação Brasileira de Rugby para participar dos treinamentos da Seleção Feminina de Sevens Juvenil
O prefeito Antonio Ceron recebeu a visita, na tarde desta quinta-feira (28), da atleta lageana de rugby, Graziele de Macedo Andrade. Ela estava acompanhada do seu treinador, Roberto Ferreti, e do deputado estadual Gabriel Ribeiro.

Graziele é atleta do Clube New Christians, sediado no bairro Penha, em Lages. Ela foi convocada recentemente pela Confederação Brasileira de Rugby para participar dos treinamentos da Seleção Feminina de Sevens Juvenil, que ocorreram nos dias 23 e 24 de setembro em São José dos Campos, na grande São Paulo. Os treinamentos integraram o projeto de preparação da seleção para a participação nos próximos Jogos Olímpicos da Juventude, que serão realizados em 2018. Apresentada ao prefeito recebeu seu reconhecimento pelo feito e o incentivo para que continue representando o esporte lageano em competições importantes como esta, a nível nacional.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Profissionais da Serra Catarinense fazem missão técnica em Minas Gerais

Troca de informações técnicas e de experiências do processo produtivo dos queijos artesanais de Minas Gerais e o Queijo Artesanal Serrano. É o principal objetivo de uma comitiva de médicos veterinários dos Serviços de Inspeção Municipal - SIM's, ao município de São Roque de Minas na região do Parque Nacional Serra da Canastra.
Desde segunda-feira, os médicos veterinários dos municípios de Lages, São Joaquim, Anita Garibaldi e Urupema e a médica veterinária do Consórcio Serra Catarinense – Cisama, Andressa Steffen Barbosa, integram este intercâmbio entre o Queijo Minas Artesanal e o Queijo Artesanal Serrano. São parceiros na incursão, técnicos da Emater do Rio Grande do Sul, Emater de Minas Gerais, Epagri e Serviços de Inspeção dos municípios dos Campos de Cima da Serra do RS e SC.
Os Queijos Minas Artesanais são mundialmente conhecidos e seu processo produtivo está sendo analisado pelos técnicos catarinenses e gaúchos, uma vez que o Queijo Artesanal Serrano, já está regulamentado através de legislação sanitária especifica, com processo de produção de forma segura e inócua, que mantém as características tradicionais do produto.

Segundo Andressa Barbosa, coordenadora de Projetos do Programa de Atenção à Sanidade dos Produtos de Origem Agropecuária, busca por conhecimentos e experiências como estas são valiosas. “Elas aprimoram a qualidade do produto e auxiliam os profissionais e produtores envolvidos com a regularização do produto, citou.

Abertura do Outubro Rosa 2017 acontece no dia 2 na Câmara

Uma sessão especial da Câmara Municipal de Vereadores, proposta pela presidente Aida Hoffer (PSD) no requerimento 166/2017, vai abrir a campanha do Outubro Rosa 2017 em Lages. A solenidade acontece no dia 2 de outubro, às 20h, no Plenário Nereu Ramos do Poder Legislativo.
Em sua fala no Plenário, Aida conta que às 19h será realizada uma missa que abordará o tema na Catedral e, em seguida, a sessão da Câmara. “Neste ano estamos realizando um grande sonho que é reunir todos os poderes e instituições envolvidas para que trabalhássemos juntos no Outubro Rosa. Na semana passada tivemos uma reunião com mais de 40 instituições como Acil, CDL, Consórcio Intermunicipal de Saúde, OAB, que vão deixar de fazer atividades isoladas, porque o objetivo é mobilizar e atingir com eficiência o maior número de pessoas”, comentou a presidente, que aproveitou para convidar toda a população para participar do evento.
O Outubro Rosa tem como propósito a conscientização e prevenção sobre o câncer de mama, o mais comum entre a parcela feminina da população (embora possa acometer também os homens), com cerca de dois milhões de casos por ano no Brasil. Os sintomas incluem nódulo na mama, secreção com sangue pelo mamilo e mudanças na forma ou textura da mama ou do mamilo. O tratamento depende da fase do câncer e pode envolver quimioterapia, radioterapia e cirurgia.


Estudantes visitam Lages para aprender sobre suas origens

Estudantes da cidade de Taió visitam o Memorial Nereu Ramos, Fundação Cultural de Lages e Museu Thiago de Castro
Mesmo com fim da Primavera dos Museus, Lages continua recebendo estudantes de outras cidades para visitações nos locais de preservação e estudos da memória da região. Na manhã desta terça-feira (28), trinta e seis alunos do quinto ano da Escola Leopoldo Jacobsen do município de Taió, visitaram o Memorial Nereu Ramos, Fundação Cultural e Museu Thiago de Castro com o objetivo de conhecer a história do Presidente Nereu Ramos e saber mais sobre as suas origens, isso pelo motivo que o primeiro morador da cidade saiu de Lages por volta de 1867 e fixou residência às margens do Rio Taió que deu nome ao município. Segundo registros, Emil Odebrecht realizava serviços de abertura de estradas e em um desses trabalhos realizados em Lages tomou destino ao Alto Vale do Itajaí e por lá ficou.
Segundo a professora Catia Blogoslowoski, a iniciativa tem o propósito de mostrar aos alunos que Lages, a Revolução Farroupilha e o Caminho das Tropas têm forte ligação com Taió. “Lages tem relação direta com nossa cidade, daqui saiu nosso fundador, o município também fez parte do roteiro do Caminho das Tropas e com isso muitos dos ascendentes dos nossos alunos tiveram suas origens em Lages”, comenta.
Para agendamentos de visitas guiadas ao Memorial Nereu Ramos basta ligar no número (49) 3223 54 10, para o Museu Thiago de Casto o contato é através do telefone (49) 3224 7425.
 

Carmen Zanotto é presidente da Frente Parlamentar Mista pela Causa do Diabetes

Durante o IX Fórum Nacional de Medicamentos no Brasil – Diabetes, realizado na última semana, em Brasília, a deputada federal Carmen Zanotto (PPS/SC) anunciou a criação da Frente Parlamentar Mista pela Causa do Diabetes, a qual é presidente. O objetivo da Frente é acompanhar a tramitação, a implementação e a implantação de políticas nacionais que promovam a prevenção do diabetes e de assistência integral à pessoa com diabetes, reduzindo o impacto sobre os indivíduos, famílias e custos para os sistemas de saúde e para a sociedade em geral.

“Cabe a nós, a cada gestor, e a nós do parlamento, construir e consolidar cada vez mais esse sistema público de saúde. Cada um de nós, precisamos ser construtores, ajudando na implementação desta política pública”, ressaltou a parlamentar, com relação às insulinas análogas no SUS.

“Nosso SUS tem fragilidades, tem dificuldades, mas também há avanços. Parabéns a todos que lutaram por essa insulina e obrigada a toda equipe da CONITEC. Quem ganha com isso são os pacientes e seus familiares”, finalizou.

As insulinas análogas de ação rápida para Diabetes Mellitus Tipo 1, incorporadas ao SUS pela CONITEC e com previsão de disponibilização em janeiro de 2018.



quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Balcão Cidadão programa atividades especiais para público infantil na Semana do Pequeno Cidadão

Mesmo com as atrações especiais, atendimento rotineiro do Balcão Cidadão permanecerá igual
Um dos serviços de contato direto com o público e alto fluxo de atendimentos diários do Município consiste no Balcão Cidadão. E na semana do Dia das Crianças o Balcão Cidadão desenvolverá uma programação especial voltada aos pequeninos, com a Semana do Pequeno Cidadão. A agenda de atividades será executada na sede do Balcão Cidadão, Rua Zeca Neves, ao lado da Biblioteca Pública Municipal Carlos Dorval de Macedo, e na quadra de esportes do Parque Jonas Ramos (Tanque).
A diretora do Balcão Cidadão, Adriana Dolberth, adianta que o atendimento à comunidade, para encaminhamento da emissão de documentos - carteira de identidade/Cadastro de Pessoa Física (CPF) e carteira de trabalho -, além de currículo, continuará normal, das 8h às 18h, sem fechamento no horário de almoço. Somente no dia 11 de outubro as atividades com as crianças acontecerão no Tanque, nos demais dias serão realizadas nas dependências do Balcão. Os contatos deste órgão do Município são 3225-1906 e balcaocidadao@lages.sc.gov.br.

Roteiro
 - Nos dias 5 e 6 de outubro, das 14h às 16h30min, haverá confecção de documentos no Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Ivo Pacheco de Andrade, bairro Tributo
- No dia 9, das 14h às 16h30min, haverá sessão de cinema (três turmas entre quatro e cinco anos), com direito à pipoca
- No dia 10, das 14h às 16h30min, será a vez dos jogos educativos e oficinas (duas turmas entre quatro e cinco anos). Ao final do evento será servido lanche. Parceria com a Diretoria de Trânsito (Diretran)

- No dia 11, das 13h30min às 16h30min, será o Dia do Pequeno Cidadão (três turmas entre sete e 12 anos), com distribuição de brinquedos para as crianças atendidas com emissão de documentos. Além disto, haverá diversas atrações, como cama elástica, pintura facial e oficina do brinquedo, com lanche. Parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc) de Lages

Trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social realizam mobilização

Corte no orçamento do Sistema Único de Assistência Social, em nível federal, poderá prejudicar andamento de programas, projetos e serviços
Na próxima quinta-feira (28), todos os serviços e atendimentos da Secretaria de Assistência Social e Habitação de Lages serão suspensos pelo período de duas horas, a partir das 9h30 até às 11h30.
Durante esse período será realizada uma mobilização de funcionários e usuários dos programas sociais, na Praça João Ribeiro, em frente à Catedral.
O ato deverá contar a presença do prefeito Antonio Ceron e atende uma solicitação do Conselho Nacional dos Gestores de Assistência Social. “Existe um grande risco do corte dos recursos previstos para acontecerem no ano que vem, por parte do governo federal, e com isso poderá ocorrer o fechamento de muitos dos nossos serviços”, explica Samuel Ramos, secretário de Assistência Social e Habitação.


Perguntas sobre o comércio na rodoviária de Lages

No pedido de informação 129/2017, aprovado na Câmara nesta segunda-feira (25), o vereador João Chagas (PSC) faz perguntas ao chefe do Poder Executivo Municipal, Antonio Ceron (PSD), sobre o comércio existente dentro da Rodoviária Municipal Dom Honorato Piazera.

Entre os questionamentos estão: qual o prazo de exploração concedido a aqueles empresários; quando será a nova licitação para concessão do espaço; qual o valor arrecadado e qual sua destinação; qual o nome dos proprietários e qual o tipo de serviço que oferece aos usuários.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Saúde promove Caminhada do Setembro Amarelo

Ação tem foco na prevenção de distúrbios que levam ao suicídio. A saída será na praça da Catedral, em direção ao Parque Jonas Ramos

A Gerência de Saúde Mental, da Secretaria de Saúde, realiza na próxima sexta-feira (29), às 17h, uma Caminhada pela vida. A ação integra as ações do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio. A concentração acontece a partir das 16h45, na Praça João Costa, em frente a Catedral, com às 17h em direção ao Parque Jonas Ramos, onde os participantes darão um abraço simbólico em torno do Tanque. “Em todo o mundo acontece um suicídio a cada 40 segundos. No entanto, segundo a Organização Mundial da Saúde, a maioria dos casos poderiam ter sido evitados se houvesse oferecido o atendimento emocional necessário”, explica Janaína Schlickmann de Souza, gerente de Saúde Mental.

Participarão da Caminhada, os profissionais que integram as equipes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e da Atenção Básica. As pessoas que desejarem participar poderão ir, de preferência, de camiseta amarela, cor que simboliza esse movimento. 

Soluções para resolver a violência contra professores são apontadas em audiência da Câmara


A violência contra profissionais do ensino nas instituições educacionais de Lages não pode mais ser tolerada, assim se resume a conclusão dos debates resultantes da audiência pública promovida pela Câmara Municipal sobre o tema e que contou com grande público no Plenário Nereu Ramos no dia 20 de setembro.
            Proponente da reunião, a presidente do Legislativo Lageano, Aida Hoffer (PSD) – que fez carreira como professora – desafiou os sindicatos da área a iniciar campanhas que fortaleçam esta discussão nos ambientes escolares e compilar dados que retratem como se encontra a situação em Lages. A vereadora sugeriu também a elaboração de um grupo de estudos com representantes da sociedade civil organizada para propor políticas públicas que resgatem o respeito ao professor.
“Precisamos levantar com credibilidade dados que estão presentes diuturnamente em nossas escolas e que possam subsidiar ações para inibir a violência nas escolas. (...) Terá de ser um esforço de cada um, desta Mesa onde todos têm um envolvimento com a educação, com os nobres colegas vereadores que firmam este compromisso. Esta Casa precisa unir esforços para encontrar e servir de apoio para que este trabalho inicie com mais força e mais veemência”, comentou Aida.

            Brasil lidera ranking de violência contra professores

Primeira a tomar a palavra na audiência, Aida Hoffer apresentou uma notícia onde um aluno do Sergipe perdeu na Justiça uma ação contra um professor que lhe tomou o celular na sala de aula, algo comum nas escolas, segundo a vereadora. “No país que virou as costas para a Educação e que faz apologia ao hedonismo inconsequente, através de tantos expedientes alienantes, reverencio o verdadeiro herói nacional, que enfrenta todas as intempéries para exercer seu ‘múnus’ com altivez de caráter e senso sacerdotal: o professor”, citou ela ao discurso do juiz Elieser Siqueira de Souza, responsável pela decisão.
Em seguida, Aida apresentou pesquisas recentes que colocam o Brasil como o 1º no mundo no ranking de violência contra professores. 44% dos docentes disseram ter sofrido algum tipo de agressão, sendo que 12,5% se disseram vítimas de agressão verbal ou intimidação pelos alunos ao menos uma vez por semana. “É necessário que toda sociedade se mobilize para mudar esta situação. (...) Nesta audiência damos o start pela mobilização para estancar estes índices absurdos e inaceitáveis. O professor merece o nosso respeito”, afirmou a presidente da Câmara.

Comunidade apoia ações que resgatem o respeito ao professor

O primeiro cidadão a se manifestar foi o vice-presidente do bairro Centenário, Élvio da Silva, que argumenta que tal panorama acontece pela falta de autoridade dos pais para com seus filhos. “Se não tem isso em casa, como vai ter diante da escola, com os professores. Quem sofre com isso não são só os professores, mas toda a sociedade”, disse.
Diretora da EMEB Isabel Rossetto, a professora Alexsandra Schlemper defendeu a necessidade da concepção de um regimento atuante a ser seguido pelas unidades de ensino em relação ao comportamento dos estudantes perante os educadores. “Precisamos abrir uma discussão aprofundada para que tenhamos nas escolas um amparo suficiente para que os regimentos aconteçam de forma efetiva. O ‘faz, acontece, e não dá nada’, não está dando nada além dos resultados que temos visto com a violência contra o professor”, argumentou.
Membro da Associação Amar Vidas, Nixon Airton de Oliveira ressalta que as escolas precisam se abrir à comunidade, para iniciativas que aproximem os pais do ambiente escolar e de seus filhos. Segundo ele, durante a realização do Projeto Vento nas Escolas, diversas crianças e pais diziam que queriam se matar, que estavam no jogo da Baleia Azul, tristes, sem perspectivas. “Hoje estes mesmos pais estão fazendo artesanato, se ocupando, podem ganhar dinheiro com isso. Algo precisa ser feito, precisa começar por esta Casa, por mim, por cada pessoa, mas precisa começar”, apontou Nixon.
Já o professor Aldemir Costa Pereira concordou com a fala da professora Alexsandra de que o município precisa de normas, de um regimento padrão a ser seguido já a partir de 2018, que ouça as demandas dos gestores e educadores. “Lages está no primeiro lugar no ranking contra mulher. Será que estes agressores de hoje não eram os alunos do passado que agrediam professores, física ou verbalmente? Precisamos de políticas públicas que comecem a mudança a partir de nossa consciência. Algo que nunca podemos deixar de prezar nas escolas é da nossa disciplina”, assegurou.
Professora e gestora Justina Inez Varela concorda com a criação de uma comissão envolvendo professores educadores, vereadores, sindicatos, etc, que resguardem a integridade dos professores. “Anseio por uma valorização do professor, não só enquanto seu salário, mas do ser humano professor, já que por suas mãos passam todos nós”.

Ações conjuntas da sociedade podem mudar esta realidade

“A sociedade está doente”, foi o termo reiteradamente repetido pela secretária municipal da Educação, Valdirene da Silva Vieira. Ela afirma que a violência quase inexiste na educação infantil, mas que pelo contato com uma sociedade violenta, as crianças acabam corrompidas. Segundo a secretária, o que acontece é uma terceirização da infância dos lares para as escolas. “Esta criança não tem o contato afetuoso com sua família, e sabemos que a criança necessita desta relação de afeto. Se ela não tem a referência da família, que afeto vai dar ao outro”, indaga Valdirene, que ressalta que a sociedade como um todo deve contribuir para a educação de uma nova geração mais ética e respeitosa.
Para o gerente regional de Educação, Humberto Aloizio de Oliveira, a criança é só um reflexo daquilo que os adultos vivem e reproduzem. “Os pais estão sem tempo, perdidos em relação à educação”. Para ele, a infantilização da culpa denota a falta de preparo dos adultos em lidar com a criança do século XXI. A solução, segundo o gerente, passa pelos bons exemplos do passado, como a insistência em educar, em uma norma, uma disciplina de respeitar os mais velhos e o professor.
Oliveira também acredita que nenhum segmento isolado vai solucionar esta questão, para ele, são necessárias articulações em rede. “Algumas escolas que conseguiram pôr em prática oficinas, cursos, palestras para os pais, professores e alunos participando nos seus núcleos de estudo, avançaram muito na redução dos índices de violência”, citou Oliveira, que destacou o exemplo da escola Pinto Sombra, que mudou todo um panorama daquela realidade após uma morte entre alunos, e que hoje apresenta um dos menores índices a partir do apoio de todos.
“Não há educação de qualidade e formação do cidadão se houver a quebra da disciplina e da autoridade do professor. Disciplina e autoridade que começa em casa, no berço familiar, sem respeito aos professores não há escola que funcione, que honre com sua finalidade”, defendeu a presidente do Simproel, Elaine Moraes. Ela ressalta que diálogo e tolerância são indissociáveis para alcançar este objetivo, além de união da classe para evitar a abertura daquilo que considera desnecessário como processos administrativos, boletins de ocorrência e a judicialização de pequenos problemas.
Presidente da Associação dos Auxiliares em Administração Escolar na Região Serrana, Sonia Carnevalli falou que o professor precisa de muito cuidado e carinho para lidar com as situações que enfrenta em sala de aula. Ela citou dados do Questionário Prova Brasil 2015, do qual quase metade dos professores ouvidos em Lages disse ter sofrido alguma espécie de violência.
Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação, Reno Vicente Athayde argumentou que a sociedade realmente se encontra em crise quando torna natural a imagem de crianças algemadas ou quando se utiliza mais violência para conter a violência, o que considera a instalação de um estado de barbárie. “Me preocupa quando o tom da maioria dos discursos se preocupa em punir e não incluir. Temos que pensar que sociedade estamos construindo”. Sobre os professores, ampliou a gama das violências contra eles, ao citar a precarização das escolas, a existência de classes distintas (efetivos/ACT’s), quando não se abre o diálogo ou se impõem políticas que fragilizam o trabalho educacional.
Com quase 50 anos de serviços prestados ao município na formação cidadã de pais, futuros pais e educadores, a Escola de Pais do Brasil, representado pela presidente Wilma Koerich, também se fez presente na discussão. Uma vez na semana, acontecem encontros onde se discute, orienta e concluem-se temas como os desafios da educação, o papel de pais e mães nesta construção, do nascimento à puberdade, à adolescência e à sexualidade. “Sempre estivemos ao lado de cada secretária de educação, oferecendo nossos serviços. Não só crianças devem ser educadas, mas seus pais também. Não vamos desanimar, vamos trabalhar juntos e vencer esta batalha”, comenta.

O desfecho da noite foi do historiador, mestre e especialista em bullying, Érico Paes de Campos diz que aquilo que o professor enfrenta é um reflexo da “geração de cristal”, com crianças mimadas e extremadas, que exigem uma recompensa para fazer até o que é mais básico. “A gente precisa discutir isso com a sociedade de modo geral, orientar os jovens sobre as responsabilidades de seus atos, da elaboração de regras claras nos regimentos internos, ‘o que vai acontecer se...’, a gente precisa saber disso e que isso seja efetuado. A gente precisa de atividades que promovam canais que criem uma rede, porque na educação ninguém trabalha sozinho”, aponta.



Observatório Social realizará devolutiva quadrimestral de atividades nesta quarta (27)


 Dentre as formas de comunicação com a comunidade, opinião pública e mantenedores o Observatório Social de Lages realiza a cada quatro meses sua reunião devolutiva de atividades, que acontece nesta quarta-feira, dia 27 de setembro, às 19 horas, na sede da Fiesc, em Lages.

O último quadrimestre foi lotado de atividades, representativas, educativas, além é claro da das atividades de apuração e observação, com a verificação e tratativas referentes às compras e mais recentemente às entregas de produtos e serviços pelo governo municipal.

Na pauta está a apresentação de resultados do trabalho da apuração de editais, o orçamento assim como a análise dos dados da folha de pagamento Prefeitura de Lages no primeiro semestre de 2017. 

Estes e outros temas que demonstram a atuação do OSL frente ao controle, o  monitoramento e  a aplicação dos recursos públicos serão apresentados neste encontro para os quais são convidados os mantenedores, imprensa, voluntários da entidade e comunidade.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Colegiado ouve lideranças dos bairros e encaminha providências

As reuniões são transparentes e aproximam as lideranças da Prefeitura. O próximo encontro será no dia 2 de outubro, às 8h, no bairro Petrópolis.
Em nova reunião, nesta segunda-feira (25), com 12 presidentes de Associações Comunitárias, na sede da associação do bairro Araucária, o prefeito Antonio Ceron, além de ouvir as reivindicações, apresentou uma resposta rápida e positiva aos pedidos. Apontou que ainda nesta segunda-feira, será lançado um edital para a contratação de hora/máquina, e compra de brita para a realização de um grande mutirão, que será feito ainda este ano. Além disso, sugeriu que a Semasa inclua mais R$ 300 mil no orçamento para a compra de tubulações, além das que já estão sendo colocadas nas obras do Complexo Araucária. O objetivo é atender questões pontuais, como esgotos a céu aberto e melhorias em riachos.
Como os pedidos normalmente são direcionados às obras de pavimentação, limpeza, saúde, e educação, o prefeito Antonio Ceron informou que já está em processo de licitação a empresa que deverá pavimentar as 76 ruas por onde passam os coletivos urbanos. Lembrou que já há recursos, via Fundam, e que também serão captados através do Ministério das Cidades, contemplando assim todos os bairros. Além desses recursos, informou que 50% das emendas do deputado estadual Gabriel Ribeiro serão direcionadas para assistência às comunidades de Lages. O deputado esteve presente na reunião e confirmou o direcionamento de recursos aos bairros, no atendimento aos pleitos dos presidentes. 
Recursos para reforma de casas
Do representante do bairro Bom Jesus, um dos mais carentes da cidade, veio o pedido para que a Prefeitura ajude na reforma de algumas casas. O prefeito adiantou que há recursos de até R$ 5 mil por casa, para investir em reformas, através da Secretaria de Assistência Social e Habitação. O trabalho deverá ser feito em parceria com os moradores. A Secretaria também mantém pessoal visitando in loco todas as Associações para saber delas o que está sendo feito e o que está faltando, além das audições nas reuniões abertas com o prefeito e o colegiado. “Muitas coisas discutimos internamente para que possamos atuar em melhorias no desempenho administrativo, sempre respeitando as pessoas e o dinheiro público”, ressaltou Ceron.
Demais pleitos

Na área da saúde, a Secretária Odila Waldrich mais uma vez disse que o atendimento estendido até às 22h será feito uma vez por mês, em cada Unidade, e informou que uma nova UBS será construída em 2018 para atender os bairros Vila Nova e o Caça e Tiro. Um estudo será feito para ver da possibilidade de destinar futuramente a atual Unidade para a Associação de Moradores instalar a sede própria. No campo da educação, foi reforçado o pedido para que os pais efetuem o recadastramento para as vagas nas creches. Também se falou sobre a programação do Natal, que se estenderá em nove regiões da cidade, e todas com a participação de atrações sugeridas pela comunidade.

Depredação ao patrimônio
O secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô, ao se pronunciar, disse que os trabalhos em toda a cidade estão sendo feitos na medida do possível. Porém, fez um apelo aos presidentes para que ajudem em suas comunidades a cuidar dos bens públicos, prevenindo as depredações das lixeiras, das luminárias públicas e das árvores e flores. “Nada está sendo feito para o prefeito ou para os secretários, mas sim para as pessoas que vivem nos bairros”, disse.


Atletas de Lages conquistam bons resultados na 3ª etapa do Campeonato Catarinense de Bicicross

Delegação lageana participou da etapa com 14 representantes

No último sábado (23), a equipe lageana da Associação Serrana de Ciclistas (ASC) participou da 3ª etapa do Campeonato Catarinense de Bicicross. O evento foi realizado em Balneário Camboriú e reuniu mais de 200 pilotos de diversas cidades de Santa Catarina.
A delegação lageana participou da etapa com 14 atletas:
  • Heitor Machado - 1° Lugar categoria Cruizer até 12 anos, 3° Lugar na categoria Boys 8 anos e 7° lugar na categoria Super 10 anos.
  • Igor Lourenço - 3° lugar na categoria Boys 11 anos
  • Luan de Oliveira - 2° lugar na categoria Boys 11 anos
  • Gustavo Alves - 6° lugar na categoria Boys 12 anos
  • Eduardo Chaves - 7° lugar na categoria Boys 16 anos
  • Gustavo Madureira - 4° lugar na categoria Boys 16 anos e 8° lugar na categoria Super 20
  • Lucas de Matos - 6° lugar na categoria Expert 17-18 anos
  • Wesley Lopes - 2° lugar na categoria Expert 17-18 anos
  • George Ehing - 4° lugar na categoria Elite Master e 5° lugar na categoria Super 20
  • Willian Maineriche - 5° lugar na categoria Elite Master e 6° lugar na categoria Super 20
  • João Victor Klein - 1° lugar na categoria Cruizer 17-24 anos
  • Tyrone Machado - 2° Lugar na categoria Cruizer 35-39 anos
  • * Kauan Day Furtado - 3° lugar na categoria Elite Man

(* Kauan Day Furtado - que aparece na foto no pódio segurando o cheque da premiação, será um dos atletas a representar Lages na 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina - Jasc, na modalidade de bicicross com grades chances de medalha para Lages.)

O Campeonato Catarinense é organizado pela Federação Catarinense de Bicicross e já passou pelas cidades de Brusque, Jaraguá do Sul e Balneário Camboriú, e terá sua 4ª etapa realizada nos dias 7 e 8 de outubro em Lages. Para sediar a etapa, o Município de Lages, através da Comissão Central Organizadora (CCO) dos Jogos Abertos e a Fundação Municipal de Esportes (FME), com auxílio da Associação Serrana de Ciclistas (ASC), está finalizando a revitalização da pista de Bicicross Julio Cesar Sens, que também será palco das competições dos Jogos Abertos de Santa Catarina.

VIII Conferência Municipal de Saúde será realizada nos dias 2 e 3 de outubro

As discussões serão realizadas no Centro de Ciências Jurídicas da Uniplac

A Secretaria de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde realizam, nos dias 2 e 3 de outubro, uma segunda e terça-feira, a VIII Conferência Municipal de Saúde. O evento que acontece no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Uniplac, terá como tema central “A Construção do Plano Municipal de Saúde de Lages - 2018 a 2021”.

A abertura da conferência será na segunda-feira (2), às 18h. Na terça-feira (3), entre às 8h e 17h, serão discutidos os seguintes sub-eixos:

- Aperfeiçoamento na qualificação profissional;
- Melhoria no processo de trabalho e atendimento humanizado;
- Melhoria na comunicação e divulgação das informações e ações da SMS;
- Otimização da gestão e captação de recursos financeiros;
- Otimização da gestão das informações e indicadores para monitoramento e tomada de decisão;
- Integração com outras esferas de governo, entidades públicas, privadas e terceiro setor;
- Ações de Vigilância em Saúde (Promoção, Prevenção, Recuperação e Fiscalização): Atenção Básica; Atenção Especializada; Vigilância Sanitária e Ambiental; Vigilância Epidemiológica e Saúde do Trabalhador.

Serviço
O que: Conferência Municipal de Saúde
Quando: segunda-feira (2) - abertura às 18h e terça-feira (3), entre 8h e 17h
Local: Centro de Ciências Jurídicas da Uniplac (CCJ)


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

O evento da Semana Farroupilha encerrou oficialmente na última quarta-feira com ato marcado por honrarias

O encerramento da Semana Farroupilha 2017 “Boi de Botas, Eu sou” do CTG Planalto Lageano ocorreu na última quarta (21) com a entrega de medalhas e honrarias. A programação contou com intensas atividades, tais como, palestras, apresentações artísticas, cavalgada e gastronomia campeira. O patrão do CTG Sr. Telles destacou a importância do apoio da prefeitura e empresas privadas oportunizando a realização de um evento de suma importância para cultura lageana.
No ato de encerramento, o presidente da Fundação Cultural Gilberto Ronconi salientou de que é fundamental importância a presença de crianças e jovens praticando esportes, cultura, ocupando-se da arte e do bem para as novasgerações e o futuro da nossa cidade. Já Luis Carlos Pinheiro Filho salientou que o evento elevou a alma do povo lageano, através da sua cultura e identidade tradicionalista, fortalecendo as características e a história, através do caminho das Tropas e da bravura do povo serrano, como foi registrado historicamente no fato“Lages Boi de Botas, E Sou”.
No evento de encerramento foi lançada a data da Semana Farroupilha 2018. Será de 14 a 20 de setembro. Também foi confirmada da realização da tradicional cavalgada, prevista para odia 15 de setembro de 2018.
No entanto, outros eventos ainda estão acontecendo no decorrer deste final de semana. Confira a programação final:

Sexta - 22 de setembro
20h00 Mauro Moraes Teatro do SESC

Sábado - 23 de setembro
13h00 Apresentação com Daniel Silva
Local Lages Garden Shopping
20h00 – UilianMichelon Teatro do SESC
Mais informações sobre UilianMichelon

O espetáculo instrumental apresentado pelo acordeonista UiliamMichelon oferece ao público uma síntese da música feita com seriedade e dedicação à arte. O repertório é composto, na sua grande maioria, por composições autorais do acordeonista, refletindo suas várias influências, que passeiam pela música tradicional, chamamè, tango, jazz, mpb e música clássica, resultando em nuances de campo e cidade, tradicional e contemporâneo
Mais sobre o músico: UiliamMichelon é Músico (Acordeonista), Arranjador, Compositor e Professor de Acordeom. Natural de Vacaria/RS, teve como principais professores os senhores João Maria Pinheiro da Rosa (Vacaria/RS) e Oscar dos Reis (Caxias do Sul/RS), tendo este último, feito especializações em acordeom na Rússia, Itália e Espanha, com os principais nomes do acordeom mundial.

20h30 Jantar Comemoração do Dia do Gaúcho às 20h00
Conjunto de Arte Folclórica Garrão de Potro, na associação dos aposentados, na Av. Belizário Ramos, próximo a ACIL, as 20h30
Cardápio: *massas, *galeto, *saladas, *polenta Terá também apresentação das danças tradicionais gaúchas. Sorteio de brindese bingo.

Domingo - 24 de setembro
13h00 Apresentação com Giancarlo Orsoleta
Local Lages Garden Shopping


Câmara sugere implantação de atendimento pré- hospitalar na Companhia de Aviação da PM em Lages


Os vereadores aprovaram na sessão de segunda-feira (18) a moção legislativa 240/2017, que reivindica ao governo do estado providências para implantação do projeto de suporte avançado em atendimento pré-hospitalar na Companhia de Aviação da Polícia Militar, instalada em Lages, com disponibilização de um médico para desempenhar funções nas operações diárias.
Autor da proposição, o vereador Mauricio Batalha Machado (PPS) explica que quando o helicóptero da PM, o Águia 04, necessita de apoio de um profissional médico, a Central de Regulação de Emergências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é acionada e um médico é disponibilizado para realizar atendimento ou acompanhar no deslocamento. Entretanto, essa situação acaba deixando o quadro de profissionais da região de Lages ou São Joaquim, área de circunscrição do Batalhão de Aviação, reduzido para realização dos demais atendimentos.
“Nas cidades de Joinville e Florianópolis isso já acontece, então a ideia é que um médico seja contratado das 7h30min até às 19h30min e permaneça a disposição da aeronave para realizar esses atendimentos, a fim de garantir plena efetividade aos serviços de atendimento pré-hospitalar da Companhia de Aviação em Lages”, enfatizou o vereador. O documento ainda aponta que nos últimos 12 meses o Águia 04 de Lages atendeu 123 missões envolvendo atendimento pré-hospitalar, missões de misericórdia, transporte inter-hospitalar, resgates e salvamentos, além de atendimentos de transporte de órgãos, com um total de 66 pessoas atendidas.
A reivindicação será encaminhada para análise do governador do estado, Raimundo Colombo (PSD), ao secretário estadual de Segurança Pública, César Augusto Grubba, e ao secretário estadual da Saúde, Vicente Caropreso. “Devido a disponibilidade, mobilidade e capacidade estrutural do Águia 04 nota-se que essa estrutura pode ser incrementada com prestação de um serviço de atendimentos a urgências através de suporte avançado à vida, isso em parceria com o BAPM e o SAMU, o que trará maior efetividade na prestação dos serviços de saúde na região”, salientou o autor da matéria.



Identificados potenciais turísticos de Ponte Alta

Os prefeitos conheceram na reunião em Ponte Alta, o primeiro levantamento de potencialidades turísticas realizado pela equipe da Amures e que será executado nos 18 municípios da Serra Catarinense. O trabalho de campo contemplou captura de imagens em 4K com drone, vídeos em 360º, fotografias dos pontos turísticos, georreferenciando e inventário de cada ponto público ou privado.
A assessora de turismo da Amures Ana Vieira e o jornalista Onéris Lopes realizarão nos próximos dias a devolutiva à comunidade do levantamento turístico de Ponte Alta. O prefeito Luiz Paulo Farias agradeceu ao presidente da Amures e a equipe que trabalhou nos últimos dois meses nesse projeto.
“A partir desse diagnóstico turístico poderemos atrair investidores de fora e incentivar os empresários locais a incrementar os negócios com aptidão para o turismo”, reconheceu o prefeito. Ele participou da cavalgada do sítio do Jucão até o Hotel Fazenda Gralha Azul e revelou que uma nova cavalgada integrando Ponte Alta, São Cristóvão do Sul e Ponte Alta do Norte está sendo planejada para fomentar o turismo.
À noite, o presidente da Amures participou no Centro de Eventos em Ponte Alta, da programação cultural do aniversário do município. Exposição das escolas e apresentações de danças lotaram o Centro de Eventos na Noite Cultural, onde teve até apresentação das Meninas de Rio Negro e Show com o Grupo Fogo de Chão na Praça central.



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Praça dos Bandeirantes está revitalizada

ão conjunta entre Semasa e Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente recuperou o espaço público
Após muitos anos desativado o chafariz da Praça dos Bandeirantes, localizada na Avenida Marechal Floriano, próxima ao Centro Universitário Unifacvest, voltou a funcionar. Uma ação da Secretaria de Águas e Saneamento (Semasa) que “adotou” o espaço público proporcionou a revitalização geral do local. Os serviços de melhorias foram concentrados no sistema de iluminação pública, plantio de flores, podas de árvores, trocas de peças do sistema hidráulico, do motor e bombeamento do chafariz, entre outros. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos também auxiliou na execução dos serviços de recuperação da Praça dos Bandeirantes.
O prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese prestigiaram o ato de entrega na noite de segunda-feira (18). “Uma nova praça, muito bonita e aconchegante. Pedimos que a comunidade colabore e nos ajude a preservar os espaços e o patrimônio público. Iniciativas como esta tornam nossa cidade ainda mais bela”, ressaltou o prefeito Ceron.

A história conta que a Praça recebeu este nome em homenagem aos bandeirantes desbravadores do Brasil. Lages foi fundada por um bandeirante paulista de origem portuguesa, Antonio Correia Pinto de Macedo. Este espaço foi inaugurado na administração do Prefeito Vidal Ramos Júnior, na década de 50.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Teatro Municipal Marajoara

Idealizada pela atriz Mitzi Evelyn, que divide a cena com Carolina Taulois, a peça com direção de Leo Gama, será apresentada no Teatro Marajora nesta quinta-feira (21)

Baseado em fatos reais, o espetáculo fala sobre a violência contra a mulher e a omissão dos fatos por parte das vítimas. Escrito por Jarbas Capusso Filho, possui a direção de Leo Gama e atuação das atrizes Mitzi Evelyn e Carolina Taulois. Após duas temporadas na cidade do Rio de Janeiro, Alices fará sessão em Lages (Teatro Municipal Marajoara - 21/09), a peça também terá apresentação em Xanxerê no dia 23.

Em janeiro de 2010, em Belo Horizonte, Maria Islaine de Morais, de 31 anos, estava trabalhando quando for surpreendida pelo ex-marido, que a matou com sete tiros. Antes do crime, ele já havia ameaçado diversas vezes a vítima, que registrou pelo menos oito boletins de ocorrência contra ele. Comovido com este brutal assassinato, o dramaturgo e roteirista Jarbas Capusso Filho resolveu escrever sobre a violência contra as mulheres.

Em 2012, a atriz Mitzi Evelyn se encantou com o texto de Capusso e se dedicou ao projeto, até então inédito no Brasil. “A peça aborda o tema de forma contundente, porém poética e lúdica. Queremos chamar atenção do público para uma reflexão sobre a violência que ainda destrói tantas mulheres”, destaca a idealizadora.

Para dirigir o espetáculo, Mitzi convidou Leo Gama, que trabalha na TV Globo há 30 anos e atualmente é Gerente Artístico de Pesquisa de Criadores, que abrange o corpo criativo da emissora com autores, diretores e assistentes de direção. Alices marca sua estreia no teatro, como diretor. “Adaptamos o texto original a partir de um intenso trabalho feito nos ensaios”, destaca Gama, que também assina a adaptação.

Sinopse
Em um não lugar e um não tempo, duas vítimas relatam trechos de suas vidas e se reconhecem através de histórias e lembranças. Baseado em fatos reais, o espetáculo fala sobre a violência contra a mulher e a omissão dos fatos.


Assistência Social e Habitação promove capacitação para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil

A ação é dirigida aos profissionais do Conselho Tutelar, Assistência Social, Educação e Saúde, que atuam na rede de atendimento do município

A Diretoria de Proteção Social Especial de Média Complexidade/ Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, da Secretaria de Assistência Social e Habitação, realiza nesta terça-feira (19), uma capacitação sobre Ações Estratégicas para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. A ação que acontece durante todo o dia, no Grande Hotel Lages, reúne cerca de cem profissionais do Conselho Tutelar, Assistência Social, Educação e Saúde, que atuam na rede de atendimento do município.
Na abertura do evento, o vice-prefeito, Juliano Polese, destacou a necessidade de aprofundamento da discussão do tema. “Porque ainda existem pessoas que defendem a necessidade do trabalho infantil. É uma cultura que precisa ser erradicada”, afirmou.
Para o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, “o desafio é mudar essa visão ultrapassada e construir estratégias para enfrentamento do trabalho infantil que pode causar prejuízos à formação e ao desenvolvimento integral de crianças e adolescentes”. Nesse sentido, a diretora de Proteção Social Especial de Média Complexidade, Aline Bernardi destacou que desde abril deste ano estão sendo realizadas inúmeras atividades, com os profissionais da rede, através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).
A capacitação está sendo ministrada pelo professor e Pós-Doutor em Direito, André Viana Couto. Segundo ele, a maioria das práticas de trabalho foi construída em determinados momentos históricos, e apesar de todos os avanços continuam se reproduzindo. Dados da Fundação Abrinque apontam que no país, existem de 2,6 milhões de crianças e adolescentes, entre 05 e 17 anos, em situação de trabalho infantil.

Apesar de ainda ser um número alto, segundo o professor Couto, já houve uma redução de 70% nos últimos 20 anos. Os avanços variam entre os municípios, alguns apresentam uma incidência maior, dependendo das práticas de enfrentamento adotadas. “Um dado significativo da pesquisa também aponta que quanto maior a escolaridade da mãe, menor será o índice de exploração do trabalho infantil, independentemente da renda salarial. Isso significa que a educação é uma importante ferramenta nesse processo”, ressaltou Couto.

“Monge João Maria” ganha estátua na Praça Siqueira Campos

A iniciativa foi de fiéis do Santuário Santa Cruz e a estátua foi patrocinada por 12 empresários

Na sexta-feira (15), a comunidade católica ligada ao Santuário Santa Cruz, em Lages, inaugurou a estátua do “Monge João Maria”, implantada na Praça Siqueira Campos, onde está localizada esta popular Igreja. O ato inaugural ocorreu após a Santa Missa rezada pelo pároco da Catedral Diocesana, Pe. Valdir Goedert, e em seguida centenas e fiéis e populares ali presentes participaram de jantar de confraternização e bingo, no salão comunitário, em frente à praça.
O coordenador do Conselho de Pastoral Comunitária (CPC), Domingos Rodrigues, disse que a ideia do monumento com a estátua do monge surgiu em 2013, durante a tradicional Festa de Santa Cruz. “Ela foi aprovada pelo CPC e pelo Pe. Valdir. Em seguida foi feito o orçamento da estátua e a busca pelos financiadores do projeto. São 12 benfeitores, cada qual tendo contribuído com R$ 1 mil. A estátua construída em concreto armado, é de autoria do escultor João Batista”, relata Domingos.
Domingos explica que a inauguração do monumento se deu no dia 15 de setembro, por ocasião da passagem do dia da Exaltação da Santa Cruz, concelebrada naquele santuário, na véspera, 14 de setembro.
Muitos fiéis, a maioria deles idosos, em demonstração de culto à memória dos antepassados, os quais eram, por assim dizer, adeptos dos ensinamentos e mensagens deixadas pelo “monge” - popular eremita que visitava, periodicamente, a região serrana de Santa Catarina, no século XIX -, fizeram questão de tocar a escultura com as mãos (sinal de respeito e veneração).
Segundo a literatura histórica, João Maria teria passado por Lages e bebido da água da fonte da Cacimba, e feito pouso nas imediações, onde também plantou uma cruz de cedro. “A cruz está em redoma de vidro no altar da Igreja desde 1862. Conta-se que ao talhar esta cruz notou-se que não havia o prego mestre para sustentar a madeira que formava os braços”, fala o coordenador do CPC.
Então, diante deste fato, teria dito o monge: “Saiam dois homens. Caminhem por esta rua e encontrarão um galpão. Entrem e passem a mão sobre a linha no canto esquerdo de quem entra. Lá encontrarão o prego”. E tudo teria acontecido tal qual dissera o “Monge João Maria”.
 Tal ocorrência motivou, posteriormente, a construção, primeiramente, da Capela Santa Cruz, isso em 1870, quando era vigário geral de Lages o Pe. Antonio Esteves.

Participação da Prefeitura

Presente à solenidade de inauguração desse monumento, o secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô, disse que a prefeitura em colaboração com o CPC da Igreja construiu o pedestal, em concreto e pedra, e também melhorou o sistema de iluminação da praça, fez a poda de árvores, plantio de novas mudas e cultivo de flores.


sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Melhor hambúrguer do Brasil em destaque na Câmara de Lages


No dia 2 de outubro, a Câmara de Vereadores concede uma moção de aplauso e parabeniza o senhor Dmitri Vaz Arruda pela classificação no concurso “O melhor hambúrguer do Brasil”, realizado pelo programa de culinária “Mais Você”. Proposto pelo vereador Bruno Hartmann (PSDB), o evento acontecerá a partir das 19h, no Plenário Nereu Ramos, localizado na rua Otacílio Vieira da Costa, 280, no Centro.

Proprietário do restaurante Jimmy Burguer, o chefe lageano, formado em gastronomia, teve seu prato classificado entre os 12 melhores hambúrgueres do país, sendo o único catarinense na disputa. Denominado “Bomba de Queijo”, sua receita chegou a semifinal da competição. “Esta moção parabeniza e aplaude o autor da receita pela ousadia, talento e empreendedorismo na criação de seus hambúrgueres e pelo resultado alcançado no referido concurso, que conferiu destaque e reconhecimento da culinária lageana e catarinense para todo o Brasil”, destaca a matéria.