Rádio Gazeta On line

terça-feira, 17 de abril de 2018

PMs passam por capacitação na Uniplac


Humanizar o atendimento à mulher vítima de violência, este foi um dos focos centrais da capacitação que integrantes da Polícia Militar participaram nesta segunda-feira (16), nas dependências da Uniplac. O tema principal do encontro foi a busca da melhor forma de atendimento a ser prestada pela Rede Catarina de Proteção à Mulher, programa recentemente lançado no município pelo 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM). As discussões foram desde o acolhimento às vítimas de violência, quais são as formas de abordagem por parte da polícia, e até mesmo a falta de informação na PM, exemplo disso, foi a descoberta recente da Casa de Apoio à Mulher Vítima de Violência Doméstica, que existe desde 2013.
Para auxiliar nessa aprendizagem foram convidados professores e acadêmicos dos cursos de Psicologia, Direito e Serviço Social. A Coordenadora do curso de Psicologia, Vivian de Fátima Oliveira, conta que o convite animou a todos na Universidade. “A solicitação foi feita pela PM e no mesmo momento aceitamos, pois é uma discussão necessária para os dois lados, policiais e comunidade acadêmica”, explica.
A questão dos trotes, ligações der falsas ocorrência policiais que determinam o deslocamento inútil dos PMs, quando poderiam estar atendendo um crime de fato, também foi abordado. Os relatos são de que as viaturas se deslocam e chegando ao local, nada ocorreu. “Isso dificulta o trabalho dos profissionais e até mesmo os impede de atender uma ocorrência verdadeira”, afirma o comando do 6º BPM.

Conscientização para todos
Apesar de a capacitação ter sido voltada para a Rede Catarina de Proteção à Mulher, PMs que atuam em outros setores também puderam participar. Homens e mulheres variando de Sargento à Soldado Segunda Classe (iniciantes), marcaram presença no curso de capacitação. Novos encontros devem ocorrer.

Texto: Vitória Marques Bittencourt / Assessoria Uniplac | Fotos: Jefferson de Liz Rocha / Assesoria Uniplac

Comunicação e Marketing

Nenhum comentário:

Postar um comentário