terça-feira, 3 de julho de 2018

Deputada Zanotto participou de audiência sobre o Parque Nacional de São Joaquim


Carmen Zanotto participa de audiência sobre o Parque Nacional de São Joaquim
Parlamentares e população debatem a aprovação do PL 10082/18 que trata do novo traçado do Parque

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Federal realizou na última sexta-feira uma mesa-redonda para debater o PL 10082/18, que propõe um novo  traçado do Parque de São Joaquim e altera seu nome para Parque Nacional da Serra Catarinense. O evento aconteceu no salão da igreja matriz de Urubici e reuniu mais de 300 pessoas.
O parque, que engloba parte dos municípios de Bom Jardim da Serra, Grão Pará, Lauro Müller, Orleans e Urubici, foi criado em decreto de 1961.
A deputada federal Carmen Zanotto que vem acompanhado todo o processo explica que é preciso corrigir o equívoco que foi gerado após a aprovação do projeto de Lei em 2016. “O mapa que estava de conhecimento da entorno do parque não corresponde com o que foi aprovado no texto da lei, com isso, o ICMBio gerou um conflito, pois foi incluído áreas no traçado anterior, como o Parque Estadual da Pedra Furada e o Ecomuseu” ressalta a parlamentar.
O atual Projeto de Lei foi apresentado por membros do Fórum Parlamentar Catarinense, além de ser pauta importantíssima para diversas famílias afetadas por um traçado não condizente com a realidade fática.
Para o Erionei Mathias, presidente da Associação dos Moradores do Morro da Igreja esses limites foram alterados sem discussão com a comunidade em audiência pública. “Queremos que o PL 10082/18 seja aprovado para corrigir os erros e não prejudicar os agricultores”, completa.
Ainda participaram do evento: Valdir Fontanella, Prefeito de Lauro Muller, Alexandre Waltrick Rates, Presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina - IMA – SC, Bernardo Ferreira Alves de Brito, Coordenador de Criação de Unidade de Conservação do ICMBio, Vitor Burko, advogado ambientalista, Malu Ribeiro, Coordenadora do Programa Rede das Águas e Advocacy da Fundação SOS Mata Atlântica e João de Deus Medeiros, Presidente da Rede de ONG´s da Mata Atlântica – RMA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário