terça-feira, 25 de setembro de 2018

Apenas 4 Partidos não tiveram candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa no Brasil

31 dos 35 partidos têm pelo menos 1 candidatura rejeitada pela Ficha Limpa


Das 35 legendas do país, apenas Novo, PCB, PSTU e Rede não tiveram nenhum candidato barrado pela Ficha Limpa, de acordo com os dados do TSE.
Os barrados estão divididos por 26 unidades da federação – a exceção é a Bahia – e por 8 dos 9 cargos em disputa nestas eleições. A maioria visava a uma vaga de deputado estadual:
  • Deputado estadual: 106
  • Deputado federal e distrital: 58
  • Governador: 3
  • Senador: 3
  • Presidente: 1
  • 1º suplente de senador: 1
  • Vice-governador: 1
  • Barrados pela Ficha Limpa
    PartidoCandidaturasBarrados pela Ficha Limpa
    AVANTE1.0505
    DC7943
    DEM6923
    MDB1.12713
    PATRI1.2349
    PC do B8204
    PCO1323
    PDT95613
    PHS9989
    PMB4593
    PMN7712
    PODE93413
    PP7583
    PPL5983
    PPS6741
    PR7217
    PRB8574
    PROS1.0958
    PRP9686
    PRTB1.0165
    PSB9617
    PSC8864
    PSD69710
    PSDB9525
    PSL1.5432
    PSOL1.3472
    PT1.3096
    PTB6493
    PTC8517
    PV9073
    SD7867

Comarca de Lages receberá presos de oito municípios para audiências de custódia


Comarca de Lages receberá presos de oito municípios para audiências de custódia

 Em Santa Catarina, a partir de 15 de outubro, toda pessoa presa em flagrante será apresentada a um juiz criminal no prazo de 24 horas após a comunicação do ato, em audiências de custódia. Para colocar em prática a determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Justiça apresentou nesta segunda-feira (24), em Florianópolis, o novo sistema a 150 juízes catarinenses que atuam na área criminal. Com a regionalização, Lages será a comarca-sede na Serra Catarinense e receberá presos do município e de mais  outras sete comarcas.

Segundo o presidente do TJSC, desembargador Rodrigo Collaço, 52,6% das pessoas apresentadas ao juiz são soltas ou cumprem outras medidas penais. As audiências acontecerão em 35 comarcas regionais, que ficarão responsáveis pelo atendimento às 111 comarcas do Estado.  Além do magistrado, cada audiência de custódia reúne um promotor de justiça e um advogado de defesa ou defensor público. Na capital catarinense, as audiências são realizadas desde o 2º semestre de 2015. No ano seguinte, 14 comarcas passaram a realizar o novo procedimento.

O objetivo é proporcionar ao cidadão a oportunidade de defesa perante um magistrado. "Um diagnóstico apresentado pelo CNJ aponta um número desproporcional de pessoas presas provisoriamente. As razões apontadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo Conselho para implantar a audiência são plenamente justificáveis e representam um grande avanço do Brasil na mesma direção de países que têm uma tradição civilizatória melhor do que a nossa, como os europeus, onde o cidadão tem mais contato com o juiz", observou o presidente do TJSC.

A determinação do CNJ prevê três preceitos básicos. As audiências devem ser realizadas todos os dias, inclusive finais de semana e recesso, com todos os réus presos, e é vedada a videoconferência. No Estado, o TJ fez um plano-piloto em três comarcas-sedes: São Miguel do Oeste, São José e Criciúma.

As comarcas-sedes foram definidas em comum acordo com o Ministério Público, Polícia Civil e Departamento de Administração Penal (Deap). O objetivo foi facilitar o serviço de escolta e de disponibilidade de veículos para o transporte dos presos. Além disso, a segurança dos fóruns também foi reforçada pela Casa Militar.

O procurador-geral do MPSC, Sandro Neis, elogiou a transparência e o modo como o novo sistema vem sendo implementado. "Precisamos destacar a forma democrática, em que todos podem se pronunciar, para a implantação das audiências de custódia. Assim, juntos, poderemos encontrar as melhores alternativas", destacou o procurador-geral.

As 35 comarcas-sedes são: Araranguá, Balneário Camboriú, Barra Velha, Blumenau, Brusque, Caçador, Campos Novos, Canoinhas, Florianópolis, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Imbituba, Indaial, Itajaí, Itapema, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Laguna, Mafra, Maravilha, Palhoça, Porto União, Rio do Sul, São Francisco do Sul, São José, São José do Cedro, São Miguel do Oeste, Tijucas, Tubarão, Videira e Xanxerê.

Cerca de 400 famílias de baixa renda já receberam caixas d’água da Semasa


Cerca de 400 famílias de baixa renda já receberam caixas d’água da Semasa
Nesta semana iniciou instalações no Guarujá, beneficiando cerca de cem famílias
O projeto de instalação de caixas d’dágua em residências de famílias carentes, através da Secretaria de Águas e Saneamento (Semasa), teve início em julho do ano passado. De lá para cá, exatamente 392 caixas foram instaladas, em diversos bairros. O objetivo é dar mais conforto e qualidade de vida, contemplando pessoas com menor poder aquisitivo e sem condições de ter o reservatório em casa, e assim evitar escassez de água, principalmente nos dias mais críticos do verão.
As caixas, de 310 litros, são doações de empresas parceiras do projeto, e a mão-de-obra da instalação fica por conta da Semasa. Antes de dar início à execução do projeto, uma equipe da Secretaria percorreu os bairros e realizou reuniões com as comunidades que seriam beneficiadas. Um levantamento apontou as famílias que contam com a tarifa social na conta da água. “Verificamos a residência e a real necessidade desta família, para aí sim receberem o benefício. Só ganha quem realmente precisa”, esclarece o diretor administrativo financeiro da Semasa, Arthur Edmundo Arruda Scur.
O primeiro bairro a receber foi o Gralha Azul, com a instalação de 78 caixas, em seguida foi o Guadalajara, com 68, o Novo Milênio, com 118, o Santa Helena, com 98 reservatórios e o Vista Alegre, com 26 caixas. As comunidades do interior também foram contempladas, sendo a localidade de Macacos a primeira, com a instalação de uma caixa de cinco mil litros. A localidade de Santa Terezinha do Salto recebeu duas caixas de dez mil litros cada, e o Distrito de Índios também uma caixa de cinco mil litros.
Nesta semana iniciou as instalações no bairro Guarujá, beneficiando cerca de cem famílias. “A meta do projeto até o final do ano é chegar a mil caixas instaladas”, garante Arthur Edmundo.

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Radar Educativo esta monitorando avenidas em Lages



Atenção, motoristas: radar educativo monitora velocidade em 24 trechos na Semana Nacional do Trânsito
Segurança para quem está dentro e fora do carro
Para orientar, conscientizar e manter os condutores de veículos em alerta sobre o excesso de velocidade em avenidas de Lages, e suas consequências, como multas, descuidos, acidentes com feridos e óbitos devido à infração, a Diretoria de Trânsito (Diretran) selecionou 24 locais no perímetro urbano onde haverá o serviço do radar portátil educativo de fiscalização ao longo da Semana Nacional do Trânsito, de 18 a 25 de setembro, cujo lema é Nós Somos o Trânsito. A exceção será no final de semana - 22 e 23 de setembro.
Por enquanto, o uso do radar portátil será de cunho educativo, posteriormente, a partir de data a ser divulgada, haverá a fiscalização propriamente dita. Aos motoristas são aconselhadas atenção e obediência aos limites estipulados nas placas de sinalização, conforme normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), como diária e habitualmente deve ser quanto à conduta das pessoas à frente do volante, responsáveis pela própria segurança e a dos passageiros e pedestres.
Segue a agenda do radar educativo:

DIA
LOCAL
HORÁRIO
18/09
Av. Belizário Ramos (Carahá) - Av. Santa Catarina
Das 9h às 11h
18/09
Av. Luís de Camões - Av. Marechal Castelo Branco
Das 14h30min às 16h30min
19/09
Av. Dom Pedro II - Av. Presidente Vargas
Das 9h às 11h
19/09
Av. Duque de Caxias - Av. Belizário Ramos
Das 14h30min às 16h30min
20/09
Av. Corina Caon - Av. Bruno Luersen
Das 9h às 11h
20/09
Av. Caldas Júnior - Av. Papa João XXIII
Das 14h30min às 16h30min
21/09
Av. Santa Catarina e Acesso Sul da avenida  
Das 9h às 11h
21/09
Av. Juscelino Kubitschek - Av. Luís de Camões  
Das 14h30min às 16h30min
24/09
Av. Dom Pedro II - Av. Presidente Vargas
Das 9h às 11h
24/09
Av. Belizário Ramos - Av. Santa Catarina
Das 14h30min às 16h30min
25/09
Av. Edézio Caon - Av. Bruno Luersen
Das 9h às 11h
25/09
Av. Duque de Caxias - Av. Belizário Ramos
Das 14h30min às 16h30min

Leão Baio perde em Itajaíi para o Marcílio Dias



Fora de casa, Inter perde para o Marcílio Dias por 2 a 0
O Inter de Lages perdeu para o Marcílio Dias por 2 a 0 neste domingo, em partida válida pela segunda rodada da Copa Santa Catarina. Essa foi a primeira derrota da equipe na competição.
NO FLICKR:
Veja fotos da partida

Juninho Tardelli abriu o placar aos 12 minutos do primeiro tempo, ao empurrar para o gol depois de pegar o rebote. Na segunda etapa, o Inter partiu para tentar o empate, mas acabou sofrendo um gol de cabeça de Schwenck no fim da partida, aos 39 minutos.
O Colorado Lageano está agora na terceira colocação no grupo B da competição, com 3 pontos ganhos. O Inter volta a entrar em campo pela Copa Santa Catarina na quinta-feira (27/9), em Lages. Às 20h30, a equipe enfrenta o Atlético Tubarão.
MARCÍLIO DIAS 2 x 0 INTER
MARCÍLIO DIAS: Luís Carlos, Alef, Léo Rigo, Rogélio e Victor; Jonathas, Arthur Feitoza (Andrei Alba), Juninho Tardelli e Léo Avila (Dandan); Abner e Sabiá (Schwenck). Técnico: Carlos Alberto Teco
INTER: Vandré, Lourenço, Gustavo Alcino, Baggio e Higor Ganso; Bruno, Jullen Sandy, Lucas Falcão (Mateus Arence) e Marcos Paraná; Thiago Alagoano e Alessandro (Biel). Técnico: Fernando Lessa
Gols: Juninho Tardelli (12'/1T) e Schwenck (39'/2T)
Público: 632 torcedores
Renda: R$ 8.870
Cartão vermelho: Marcos Paraná (Inter)

Aviso
O Inter de Lages tem seis canais oficiais de comunicação. Além do site, o clube se comunica por meio de seus perfis nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Flickr e Youtube. Em nenhum desses canais o Inter de Lages faz proselitismo político, seja para que lado for. Páginas que se fazem passar pelas do clube precisam ser identificadas e denunciadas. Abaixo, os links para as páginas oficiais:
- Site: interdelages.com.br
- Facebook: facebook.com/interdelages
- Twitter: twitter.com/interlages
- Instagram: instagram.com/interlages
- Flickr: flickr.com/interlages
- Youtube: youtube.com/interlages


quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Prefeito Ceron e CDL se reúnem em Lages


Prefeito recebe diretoria da CDL e aborda pauta positiva para a cidade

O projeto de construção do novo Centro Administrativo do Município, bem como o projeto de Revitalização do Centro e os novos investimentos comerciais e industriais pautaram a reunião
O prefeito Antonio Ceron, juntamente com o procurador do Município, Agnelo Miranda, e o secretário de Administração e Fazenda, Antonio Arruda, estiveram reunidos com diretores da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), na tarde desta terça-feira (18 de setembro), quando foram esclarecidos alguns assuntos de interesse público. Na pauta também a questão da Área Azul (estacionamento rotativo).
Havia a expectativa de que a CDL pudesse, através da Lei 13.019 (Marco Regulatório), administrar a Área Azul, a qual abrange áreas do Centro de Lages e também do bairro Coral, porém, nesta reunião, foi explicado que, desta forma, não será possível.
Ocorre que a concessão do serviço de operação e administração da Área Azul, precisa, obrigatoriamente, ser licitada, por força da Lei Municipal 4.127/2015 e do Artigo 175 da Constituição Federal. “Além disso há Termo de Ajustamento de Conduta firmado pela Prefeitura com o Ministério Público, que obriga o Município à prévia licitação para o serviço de exploração da Área Azul”, explicou o procurador Agnelo Miranda.
Pauta Positiva
A Área Azul não foi o único assunto em pauta. O projeto de construção do novo Centro Administrativo do Município, bem como o projeto de Revitalização do Centro e os novos investimentos comerciais e industriais pautaram a reunião, dentre eles a instalação da Berneck e do Fort Atacadista. Projetos de investimentos com expectativa de contribuir significativamente com o aumento da geração de emprego e renda, no Município.

Haddad e Décio Lima reúnem 8 mil pessoas em ato público em Florianópolis


Haddad e Décio Lima reúnem 8 mil pessoas em ato público em Florianópolis
Atividades de campanha foram realizadas em Itajaí e Florianópolis


O candidato a presidente, Fernando Haddad (PT), e a candidata a vice, Manuela D´Ávila (PCdoB), participaram de ato público com 8 mil lideranças e a militância, na Catedral de Florianópolis, no Centro.

Fernando Haddad convocou a militância para vencer as eleições no Brasil e lembrou seu legado na Educação. “O povo tem memória, sabe o que foram nossos 12 anos de governo nesse país. E sabem o que eles fizeram depois que perderam a quarta eleição em 2014, destacou.

“Hoje eles admitem que começaram a sabotar o país para reconquistar o poder não pelo voto, não por projeto, mas por cobiça. E não para pensar o Brasil e seu povo”, afirmou.

Décio Lima, presidente do PT e candidato ao governo do estado, recepcionou Fernando Haddad e Manuela D´Ávila e afirmou que Santa Catarina terá um governo diferente. “Vamos gerar emprego e renda e devolver Santa Catarina para o povo brasileiro”, disse.

Participaram do ato o candidato a vice-governador, Kiko Oliveira, e os candidatos ao Senado, Ideli Salvatti e Lédio Rosa.

Prefeito recebe diretoria da Apae para acertar questões sobre repasse de recursos



Prefeito recebe diretoria da Apae para acertar questões sobre repasse de recursos
Uma proposta que será estudada, é a complementação aos serviços prestados com recursos próprios da prefeitura, para que ações que não estão sendo contabilizadas pelo Ministério da Saúde não deixem de serem prestadas
O prefeito Antonio Ceron recebeu em seu gabinete, nesta segunda-feira (17 de setembro), o presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Jorge Manfroi, acompanhado por parte da diretoria da instituição, e também o diretor social da Federação das Apaes do Estado de Santa Catarina (Feapaes), Julio Cesar de Aguiar, e o vice presidente Ricardo Stanguerlin.
Também estiveram presentes na reunião o Procurador-Geral do Município, Agnelo Miranda, o Auditor-Geral do Município, Ayrton Tadeu Weber Xavier e o secretário de Administração e Fazenda, Antonio Arruda.
O objetivo do encontro foi estreitar relações e discutir melhor as questões burocráticas que envolvem o repasse de recursos provenientes do Ministério da Saúde, através da prefeitura, para a instituição. Todas as dificuldades e desafios foram colocados em pauta, em busca de uma solução para que o atendimento prestado pela Apae de Lages continue sendo de excelência.
O prefeito Ceron deixou claro que se solidariza com o trabalho prestado pela equipe, muitos deles voluntários, que não medem esforços para manter os serviços prestados de qualidade. “Sabemos e reconhecemos o trabalho da Apae, e justamente por ser sensível a esta causa, estamos indo até o limite da lei para poder ajudar a instituição, mas precisamos resolver essas questões dentro do que preconiza a lei, para não complicar mais tarde”, esclarece.
Uma nova reunião foi marcada para esta semana, com a expectativa de que alternativas sejam encontradas. Uma proposta que será estudada, é a complementação aos serviços prestados com recursos próprios da prefeitura, para que ações que não estão sendo contabilizadas pelo Ministério da Saúde não deixem de serem prestadas.
Entenda o caso
O impasse começou com a implantação da Portaria 3687/2017, do Ministério da Saúde, que passou a valer a partir de janeiro deste ano, instituindo que os recursos repassados às Apaes pelas prefeituras de todo país fossem de acordo com a produção, ou seja, em conformidade com os procedimentos realizados na área da saúde, e não mais o teto, que era de R$ 53.715,20.
Acontece que, segundo o diretor da Feapaes, Julio Cesar, os serviços prestados, principalmente na prevenção e ações complementares que garantem maior qualidade de vida aos pacientes, vão muito além do que é pago via Sistema Único de Saúde (SUS).
A Apae de Lages atende 320 alunos com deficiência intelectual e também com distúrbio do espectro autista. Considerando que são aproximadamente 12 procedimentos por aluno, mensalmente são realizados quase quatro mil atendimentos na área da saúde, com uma equipe multiprofissional com psicólogos, fisioterapeutas, médicos, dentistas, entre outros serviços de reabilitação.
Segundo Julio, em um parâmetro estadual, as Apaes contam com cerca de 800 novos alunos todos os anos, e cerca de 500 recebem altas e são inseridos em escolas normais. Nos últimos anos foram aproximadamente 400 ex-cadeirantes, que conseguiram a cura na parte cognitiva, e outros que entraram com apenas 48% das funções motoras preservadas e conseguiram chegar a 80%, depois dos estímulos através do trabalho de fisioterapia. “Não tem preço fazer uma criança com limitações motoras andar. O resultado deste trabalho é gratificante. As Apaes oferecem um programa fantástico, gratuitamente à população, e não podemos deixar de atendê-los da melhor forma possível”, enfatiza.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Medicamentos da Farmácia Básica serão disponibilizados somente com receituário do SUS em Lages



Medicamentos da Farmácia Básica serão disponibilizados somente com receituário do SUS
A mesma medida também regula a autorização de exames laboratoriais e de imagens
A partir do mês de outubro, os medicamentos disponibilizados na Farmácia Básica, da Secretaria de Saúde de Lages, serão fornecidos somente com receituários prescritos por profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS). A medida contempla o Decreto Federal nº: 7.508/2011, que regulamenta o SUS e visa atender aos usuários de forma mais eficaz. A exceção à regra, da dispensa de receita SUS, será permitida somente para especialidades não oferecidas pelo sistema.
Desta forma, todo o processo de atenção aos pacientes [acolhimento, atendimento, encaminhamento e retirada de medicações] passará a ser realizado efetivamente dentro do Sistema. “Estamos cumprindo os princípios da universalidade do SUS, mas para garantir a equidade, e tratar a igualdade com justiça, quem vai às Unidades de Saúde deve ter prioridade para pegar os medicamentos na Farmácia da rede pública”, explica a secretária de Saúde, Odila Waldrich.
Decreto
O Decreto nº: 7.508/2011 regulamenta a Lei nº: 8.080/90, conhecida como a lei do SUS. Nos incisos I e II do artigo 28, o texto diz que o acesso universal e igualitário à assistência farmacêutica pressupõe, cumulativamente:
I - Estar o usuário assistido por ações e serviços de saúde do SUS, e
II - Ter o medicamento sido prescrito por profissional de saúde, no exercício regular de suas funções no SUS.
Farmácia Básica de Lages
Um levantamento da Farmácia Básica de Lages apontou que a média de usuários atendidos diariamente nos setores básicos, psicotrópicos, judiciais, alto custo, fraldas e leites passou de 740 em 2017 para mais de 1.100 em 2018. Para atender aos usuários do SUS em Lages, a Farmácia Básica dispõe de uma Relação Municipal de Medicamentos Essenciais, a chamada Remume. Nela constam os 133 medicamentos disponíveis no setor. No momento, apenas oito itens estão em falta, alguns por indisponibilidade nos laboratórios. São os seguintes:
Falta de laboratório:
Carbamazepina 200mg, e
Eritromicina 500mg;
Falta de entrega:
Dexclorferinamina 2mg;
Sulfato ferroso 40mg, e
Metildopa 500mg;
Medicamentos extra Remume - Saúde mental:
Falta de laboratório:
Risperidona 2mg;
Metilfenidato 10mg, e
Paroxetina 20mg
A lista completa pode ser acessada no link https://saudelages.sc.gov.br/medicamentos.
Como fazer para ter acesso ao medicamento prescrito em receituário?
O paciente precisa residir em Lages, ter cartão SUS, receita médica somente SUS a partir de outubro, e carteira de identidade em mãos (no caso de antibióticos e controlados), dirigir-se à Farmácia Básica e solicitar sua senha. As senhas são diferentes para medicações básicas e antibióticos (senha A) e medicações controladas (senha C).
A Farmácia Básica funciona junto à Central de Atendimento de Saúde e está localizada na rua Padre R. Oliveira, esquina com a Felipe Schmidt, no Centro. Até o dia 5 de outubro, o horário de atendimento é das 7h30min às 17h30min, sem fechar para o almoço. Já a partir do dia 8 de outubro, a estrutura funcionará em novo horário, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Conserra revela números preliminares do turismo na Serra Catarinense

Conserra revela números preliminares do turismo na Serra Catarinense

O Conselho de Turismo da Serra Catarinense – Conserra apresentou na tarde desta quarta-feira (12), em reunião no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, os dados preliminares do levantamento de capacidade e estrutura de hospedagem dos municípios abrangidos pela Amures. O diagnóstico iniciou mês passado e servirá, dentre outras questões, para traçar planos e ações de fortalecimento do turismo.
Só restaurantes foram identificados 221 estabelecimentos com capacidade de acomodação de 14.608 pessoas. “Aqui é importante explicar que essas são quantas pessoas podem ser atendidas de uma única vez”, salientou a secretária executiva da Conserra e turismóloga da Amures, Ana Vieira.
Sobre os dados apresentados pelo Conserra, Ana Vieira frisou que o objetivo é quantificar o número de empreendedores formais e informais para realizar um trabalho de formalização das unidades de turismo. Até final desse ano, o Conserra pretende dimensionar o impacto econômico real do turismo nos municípios.
Na reunião foi tratado também, sobre o Calendário de Eventos da Serra Catarinense para 2019, que deve ser priorizado até final desse ano. Os empresários e gestores de turismo discutiram, anda, sobre a participação dos municípios na feira da Associação Brasileira das Agências de Viagens – ABAV – 2018, em são Paulo e também trataram sobre algumas substituições na diretoria do Conserra.
O assessor de imprensa da Amures Onéris Lopes foi indicado para diretor financeiro e os empresários Valdir Della Guistina como diretor de comercialização e infraestrutura, Sonia Regina Ramos Martins como diretora de segmentação e roteirização e Aures André Muniz dos Santos como diretor fiscal.
O Presidente do Conserra empresário Daniel Camargo Klein, teve que viajar a Florianópolis de última hora para tratar de assuntos familiares e não chegou a tempo para a reunião.

Informações
Quantidade
Número de restaurantes
221 restaurante
Capacidade dos Restaurantes
14608 pessoas
Número de meios de Hospedagens
559
Número de Unidades Habitacionais
3288 aptos
Número de leitos
8271 pessoas
Número de Agências de Viagens
23
Número de Locais para Eventos
98
Número de empresas ligadas ao turismo
513
Número de Empresas no CADASTUR
96
Conselho Municipais
10
Fundos Municipais
6
Plano Municipal
6



































Oneris Lopes
Jornalista (DRT - 4347/SC) - AMURES
Associação dos Municípios da Região Serrana