terça-feira, 2 de abril de 2019

Inep diz que avalia 'alternativas seguras' para impressão do Enem após gráfica contratada pedir falência

Segundo o instituto, as provas ocorrerão normalmente nos dias 3 e 10 de novembro. Inep não detalhou que mecanismo usará para fazer nova contratação.




O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (2) que avalia "alternativas seguras" para a impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. De acordo com o instituto, o cronograma do exame está mantido, e as provas ocorrerão normalmente nos dias 3 e 10 de novembro.

Na segunda-feira (1º), a gráfica RR Donnelley, responsável pela impressão das provas desde 2009 e que também iria imprimir a edição deste ano, entrou com pedido de falência.

Além da RR Donnelley, outras quatro gráficas haviam feito propostas, em janeiro deste ano, para assumir a impressão das provas do Enem 2019. O Inep recusou duas ofertas devido ao fato de não cumprirem com todas as exigências do edital, conforme indica o site do andamento da licitação.

As outras duas gráficas que haviam sido consideradas aptas a disputar o edital são a Valid Soluções S.A, que ofereceu os serviços por R$ 143 milhões, e a Thomas Greg & Sons Grafica e Serviços, que pediu R$ 167 milhões.

Em nota, o Inep informou que "existem alternativas seguras sendo avaliadas" para a impressão das provas. No entanto, o instituto não detalhou que mecanismo deverá usar para fazer nova contratação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário