quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Na pré-temporada, trabalho é intenso também no departamento médico do Inter

O Inter conta com três clínicas parceiras, que integram o departamento médico do clube. Todos os atletas passam por baterias de exames realizados por elas antes de assinar seus contratos para integrar a equipe.
O Instituto do Coração de Lages faz parte desse grupo de clínicas parceiras desde a temporada passada. Nelas, são realizados, entre outros, exames como o teste cardiopulmonar de exercício, que permite identificar, por exemplo, o consumo de oxigênio dos atletas. Os exames servem não apenas para monitorar a saúde dos jogadores, mas também para melhorar seu desempenho em campo.
Na Clinitrauma, que também integra o departamento médico do Inter desde 2016, são realizados exames nas áreas de ortopedia e traumatologia. A clínica acompanha rotineiramente os atletas ao longo das competições.
A CliniLages, por sua vez, realiza os exames ligados à medicina do trabalho. Isso ocorre ao longo das competições e não se limita ao grupo de jogadores, já que funcionários do clube também passam pela avaliação da clínica.
Todas elas são legítimas instituições de saúde lageanas, criadas e compostas por profissionais lageanos. Com seu trabalho, elas têm sido parte essencial dos esforços para o crescimento do clube da cidade.

Conheça Chiquinho Lima, novo auxiliar técnico do Inter de Lages
Já no início da pré-temporada, o trabalho do Internacional de Lages ganhou o reforço de Chiquinho Lima, profissional que chegou ao clube depois de três finais - e um título - nas três últimas temporadas no futebol de Mato Grosso do Sul. Chiquinho integra a nova comissão técnica permanente do clube.
Aos 39 anos, Francisco Eliazer Lima Ramos é o atual campeão sul-mato-grossense da primeira divisão. No ano passado, ele comandou o Sete de Dourados na conquista do primeiro título estadual da história do clube.
No primeiro semestre do ano anterior, o treinador comandou o Águia Negra no estadual da primeira divisão. A equipe encerrou a primeira fase com a melhor campanha da competição, mas acabou eliminada nos mata-matas. No segundo semestre, Chiquinho Lima foi o treinador do Operário na campanha da Série B do estadual, que levou o clube de volta à elite. O Operário, que já disputou inclusive a Série A do Brasileiro, é um dos clubes mais tradicionais de Mato Grosso do Sul.
Em 2014, também no Águia Negra, Chiquinho Lima chegou à decisão do sul-mato-grossense e ficou com o vice-campeonato. A campanha assegurou vaga ao Águia Negra na Copa do Brasil do ano seguinte.

NOS ANEXOS:

- Elenco do Inter passa por exames no Instituto do Coração de Lages (Foto: Nilton Wolff)
- O auxiliar técnico Chiquinho Lima (Foto: reprodução)
 
--
Inter de Lages
Imprensa

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário