quinta-feira, 20 de junho de 2013

Cena de filme mexicano: Caso do Policial Ari

Nenhum dos acusados, a enfermeira Maharish e seu amasio Geovan assumem a autoria, sendo que um acusa o outro. Mas o fato é que ambos estão devidamente guardados, para posterior julgamento. As informações foram prestadas pela delegada regional Luciana Rodermel e pelos delegados Sergio Roberto de Souza (DIC), Rafael Belinatti (1º DP), Fabiano Schmidt (Correia Pinto) e Geovani Floriani (1º DP).

Como diz a imprensa, foi cena de filme americano, pois tudo foi tramado contra o Policial Ari


 Dra.Luciana Rodermel, Delegado Sergio Roberto de Souza (DIC), Rafael Belinatti (1º DP), Fabiano Schmidt (Correia Pinto) e Geovani Floriani (1º DP).

Policial Ari 
 Segundo informações da delegada, na noite de segunda-feira (17), aconteceu um acidente quando a enfermeira Maharish, que tinha pouca experiência de volante, saiu do acostamento na BR 116, próximo do posto de pedágio, em Correia Pinto, onde estava esperando o Geovan, pois iriam “desovar” o corpo do policial, o qual já estava morto dentro do seu carro, um Citroen C3, provavelmente em algum sitio nas proximidades.


Auxílio texto, Barão

Nenhum comentário:

Postar um comentário