sexta-feira, 31 de maio de 2019

Ginásio Jones Minosso será a casa do handebol catarinense neste sábado

A entrada no ginásio será gratuita


📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

Neste sábado (1º de junho), o Ginásio Jones Minosso, será palco da segunda fase da Liga Catarinense de Handebol Adulto Masculino. A Handlages, equipe que representa a cidade, venceu a primeira etapa disputada em Florianópolis, no dia 30 de março. Na oportunidade, o time lageano superou os times de Floripa, Palhoça e Balneário Camboriú.
Participam do torneio a Handluz de Luzerna, Esquadra de Joinville e CTPE de Massaranduba. O campeão desta fase vai disputar a série ouro do handebol de Santa Catarina e o vice-campeão vai para a série prata.
Na série ouro, se encontram os quatro campeões de cada chave e o campeão da série ouro terá vaga no Sul Brasileiro de 2020.
📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação 

Horários dos jogos da Handlages neste sábado:
09h15 – Handlages x CTPE
14h – Handlages x Joinville
17h – Handlages x Luzerna. 
A entrada no Ginásio é franca.


Prefeitura de Lages 

Defesa Civil – Deslizamento deixa SC-110 entre São Joaquim e Urubici em meia pista

O Deinfra, responsável pela rodovia solicitou à Secretaria de Obras de São Joaquim para realizar a retirada da terra que está sobre a rodovia.

📷 Wagner Urbano / Prefeitura de São Joaquim



Defesa Civil – Após a grande quantidade de chuvas que caíram na região, uma queda de barreira foi registrada na SC-110, entre São Joaquim e Urubici, próximo a localidade do Pericó.

A Polícia Rodoviária foi ao local e sinalizou a pista. A Defesa Civil de São Joaquim esteve na rodovia e constatou a movimentação da massa de terra sob a pista. Em parceria com a secretaria de obras de São Joaquim, a pedido do DEINFRA, a terra que está na rodovia será retirada.

Segundo Clóvis de Oliveira, coordenador da Defesa Civil Municipal, quem passar pela SC-110 no km413 terá que redobrar os cuidados, pois além da barreira tem muita água sob a pista. “Fomos com a secretaria de obras e vimos a situação, solicitamos a quem trafega que tome cuidado ao passar pela rodovia, vamos começar a retirada do material o quanto antes” explica Clóvis.







Fonte: Lages Diário 


Chuva causa estragos em 28 cidades de Santa Catarina nas últimas 24 horas



Níveis dos rios no Vale do Itajaí, Oeste e Planalto Norte deixam a Defesa Civil em alerta nesta sexta-feira


📷Foto: )

Santa Catarina registrou nas últimas 24 horas ocorrências em 28 cidades por conta das fortes chuvas desta quinta, e que se mantém nesta sexta-feira (31). A Defesa Civil segue em estado de atenção com a elevação dos níveis dos rios, principalmente no Vale do Itajaí.
Os temporais causaram deslizamentos, alagamentos, quedas de árvore e muros, e deixaram ao menos oito famílias desalojadas. Em Gaspar, no Vale, um pontilhão foi interditado porque um dos pilares foi arrastado pelas águas. Em Garuva, no Norte, teve ocorrência de granizo na BR-376, perto da divisa entre SC e PR. Em Ponte Serrada, no Oeste, uma família chegou a ficar ilhada em casa por conta da enxurrada que atingiu a cidade na quinta.

Em Balneário Rincão, no Sul, as fortes chuvas causaram estragos em vários bairros da cidade, deixando ruas e calçadas danificadas. De acordo com a Defesa Civil, duas unidades de saúde e duas unidades educacionais foram afetadas, e até o Cemitério Municipal foi atingido.
O caso que mais chama atenção ocorreu em São Miguel do Oeste, por volta de 13 horas de quinta. Uma forte tempestade provocou destelhamentos, queda de árvores e deixou a população assustada. A velocidade do vento registrada pela estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi de 130 km/h na cidade. Com base nas imagens dos danos causados pelo vento, a Defesa Civil de SC classificou o evento como uma microexplosão.

Cidades que registraram algum tipo de ocorrência até às 7h desta sexta-feira (31), segundo a Defesa Civil de Santa Catarina:

Porto União; Canoinhas; Peritiba; Garuva; Irani; Jardinópolis; Timbó; Entre Rios; Xanxerê; Ponte Serrada; Faxinal dos Guedes; Joinville; Gaspar; Irineópolis; Bela Vista do Toldo; São Miguel do Oeste; Paraíso; Capinzal; Mafra; Orleans; Passos Maia; Balneário Rincão; Lauro Muller; Forquilhinha; Timbé do Sul; Sombrio; Capinzal e Bandeirante.


📷Foto:

Confira o acumulado de chuva em algumas cidades de SC nas últimas 24 horas:

Caçador: 145 mm
Rio Negrinho: 131 mm
Meleiro: 120 mm
Itaiópolis: 99 mm
Balneário Arroio da Silva: 95 mm
Joinville: 89 mm
Florianópolis: 74 mm
Apiúna: 64 mm
Blumenau: 48 mm
Fonte: Epagri/Ciram

Nível de rios preocupa Defesa Civil

A Defesa Civil está alerta com a elevação dos níveis de rios no Estado, em decorrência das fortes chuvas. De acordo com Guilherme Miranda, do setor de Hidrologia da Epagri/ Ciram, rios nas cidades de Rio do Sul, no Vale; Concórdia, no Oeste; e Rio Negrinho, no Planalto Norte são os que mais preocupam na manhã desta sexta-feira.
— São 13 pontos que estão fora da normalidade no Estado. O rio Itajaí-Açu, em cidades como Rio do Sul, Apúna, Taió, Ituporanga, Vida Ramos, e também Blumenau, está com nível acima do normal. Rio do Sul já passa de sete metros, e a expectativa é de que a partir de oito metros, os alagamentos possam aumentar ainda mais na região — explicou Miranda.

No Oeste, o rio Chapecozinho também traz preocupação para a região. Ele também chegou na cota de emergência, no ponto localizado na cidade de Passos Maia, afirmou o especialista da Epagri/ Ciram.
— Como as chuvas diminuíram ou até paralisaram no Oeste, a tendência é que o nível deste rio baixe. Mas a questão é que as águas podem agora atingir a região de Rio das Antas, Videira e Capinzal no início da tarde — avaliou Miranda.

📷Foto:

Situação dos rios em SC:

Estação Rio Negrinho - Foz do Rio Negrinho: encontra-se em ATENÇÃO (304 cm) com tendência de subida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Taió encontra-se em ATENÇÃO (554 cm) com tendência de subida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Timbó Novo encontra-se em ATENÇÃO (403 cm) com tendência de subida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Apiúna Régua Nova encontra-se em ATENÇÃO (453 cm) com tendência de subida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Blumenau encontra-se em ATENÇÃO (463cm) com tendência de subida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Brusque encontra-se em ATENÇÃO (377cm) com tendência de descida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Coronel Passos Maia (Passos Maia) encontra-se em ALERTA (492 cm) com tendência de subida de nível. Fonte: Estação da Epagri/Ciram.
Estação Rio do Sul encontra-se em EMERGÊNCIA (7,10 m) com tendência de subida de nível. Fonte: Defesa Civil Municipal.





Fonte: Diário Catarinense

Defesa Civil monitora Rio Carahá e pontos de alagamento


📷Foto: Correio Lageano


A manhã de sexta-feira (31) começou com algumas pancadas de chuva em boa parte de Santa Catarina. Em Lages, até ao meio dia, há chance da chuva continuar, porém, durante à tarde ela deve dar uma trégua e acalmar os moradores das regiões de alagamento e deslizamento.

De acordo com o secretário executivo da Defesa Civil, Jean Filipe, o órgão segue monitorando o nível do Rio Carahá que está em 3,70 metros. Para chegar em nível crítico, segundo Jean, o rio deve estar na marca dos 4,50 metros.
O engenheiro agrônomo da Climaterra, Ronaldo Coutinho, explica que a sexta deve ser um dia mais tranquilo, com pouca chuva e garoa. No sábado (1º) o clima deve esfriar. O fim de semana será de sol, nuvem e garoa, com pouca chance de chuva.

Fonte: Correio Lageano 



quinta-feira, 30 de maio de 2019

Defesa Civil informa que até o momento foi registrado 60mm de chuva





Festa do Pinhão em pauta na Camâra de Vereadores de Lages

📷Foto: Câmara Lages / Divulgação

Na tarde da última terça feira (28), ocorreu uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Lages, com temas relacionados a Festa Nacional do Pinhão e seu novo edital. Diversos assuntos foram abordados e discutidos, entre eles a valorização do tradicionalismo existente na região. Mas o assunto de grande repercussão foi sobre a manifestação do vereador Jair Junior do (PSD), que revoltou o diretor da GDO Lauri Schoenher.

Segundo Jair, é quase unânime que acabou a identidade da festa e o tradicionalismo.

" A prova que acabou o tradicionalismo na festa foi o relato do Girardi, que a laçada tem que ser em outra cidade, vai ser na Palmeira porque Lages não apoia. Isso é uma vergonha para Lages, tem que fazer a laçada em uma cidade do tamanho de Palmeira porque Lages não tem espaço e nem apoio da Prefeitura. Mais uma prova de que acabou o tradicionalismo na festa são os GTG's, que estão fora da Festa do Pinhão este ano, mesmo o contrato prevendo no item 30, como obrigação da empresa disponibilizar espaço para o recanto da tradição, que envolve CTG's, e não está sendo cumprido esse contrato, que aliás foi um contato bem discutido." diz.


📷Foto: Câmara Lages / Divulgação
Entre os diversos assuntos colocados em pauta, esteve o mais comentado pelos lageanos em época de festa do pinhão, o valor dos ingressos, considerado relativamente alto pelo público, e além disso o custo da comida e bebida dentro do parque. 

"Inclusive a relatos de denuncias de irregularidades fiscais , que será discutido mais pra frente em período de festa do pinhão. O público reclama muito em relação ao preço de comida e bebida. E agora está a prova do porque comida e bebida é cara, porque além de ser explorado na hora de compra do ponto, é obrigado os comerciantes a comprar a bebida da própria empresa. Entre os comerciantes que já pagaram 20, 30 mil num ponto, comprarem por exemplo uma água a 0,50 no atacado, eles tem que comprar á 2,50 desta empresa, ai tem que vender obviamente a 5,00 para ter lucro, obviamente vai encarecer, então tudo é caro lá dentro inclusive por culpa da empresa. " ressalta Jair.




TURISMO 

📷Foto: Correio Lageano

Todos os anos milhares de turistas vem a Lages para prestigiar a gastronomia e também aos shows da Festa do Pinhão. Com isso, a grande expectativa é pela procura por hotéis da região, movimentando o comércio e suas vendas, e assim aumentar a economia da cidade. Porém o vereador ressalta que, segundo dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), 70% do gasto do turista é dentro do Parque, 57% do turista só vai na festa e 80% dos leitos nos hotéis estão lotados. 

" Então não tem uma grande evolução do comércio assim como é vendido, e também segundo dados da Fecomércio fora do Parque quase 50% dos comerciantes dizem que fora do Parque a Festa do Pinhão é irrelevante para o comércio." Comenta.


Desde o ano de 2014 a festa é realizada através de uma Parceria Público Privada (PPP), onde a empresa Gaby Produções, vencedora da licitação, é responsável pelo o evento. No entanto, o contrato encerra nesta edição, e a Prefeitura deverá lançar um novo certame, que decidirá o futuro da festa pelos próximos cinco anos. Diante disso, comerciantes que já atuam na festa, empresários, representantes de entidades e associações viram a oportunidade de expor suas ideias, manifestar suas dificuldades, sugerir mudanças e propor ajustes para que esse novo edital.


Edital em construção

O superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi, informou que o edital não está pronto, mas que a licitação está sendo construída em cima de dados técnicos econômicos e jurídicos. "Nós sabemos da importância dessa licitação para o município de Lages e faremos tudo que está ao nosso alcance, especialmente, ouvindo as necessidades da população", ressaltou.

Giba ainda reforçou que o novo edital de licitação contará com tudo que estiver dentro da lei. Também solicitou às entidades e associações que representam suas categorias e formalizem as demandas expostas, dando assim os subsídios necessários para construção do novo edital da Festa. "Nós não podemos criar aventuras dentro de um edital de licitação que é tão importante para 160 mil habitantes de Lages e muitos milhares de outros que nos visitam", disse.

Também fizeram parte da mesa de autoridades o procurador-geral do Município, Agnelo Miranda; o diretor de Licitação, Reno Rogério de Camargo; o diretor da GDO Produções, Lauri Schoenher; o empresário da Gaby Produções, Beto Ody; e os comerciantes Marklin Andreoli, Franklin Andreoli e Gersi Lima.




Confira o vídeo na íntegra:









Defesa Civil em alerta: Rio Carahá se mantém acima do nível, mas não transborda

Para receber mensagens de alerta da Defesa Civil basta enviar o número do CEP para 40199

A preocupação é com a rápida elevação do nível das águas do rio Carahá. 📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação


Lages amanheceu em cautela por decorrência das chuvas torrenciais, volumosas e contínuas desta quinta-feira (30 de maio). Dados levantados pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) dão conta de que nas últimas 12 horas o acumulado pluviométrico foi de 54,8 milímetros (até 14h) e nas últimas seis horas foram 29 milímetros. O vento chegou ao máximo de 46 quilômetros por hora.
📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

A preocupação é com a rápida elevação do nível das águas do rio Carahá, contudo, não houve extravasamento em nenhum ponto da cidade percorrido pelo rio, sem sair da caixa. O máximo da elevação do nível do Carahá foram 2,91 metros, segundo medição da régua localizada na ponte de acesso ao bairro Caça e Tiro, entre as ruas Cirilo Vieira Ramos e a avenida Belizário Ramos. Com as chuvas da semana passada o rio chegou a 2,94 metros de altura. Baixou, mas ainda estava meio metro acima do normal até esta quarta-feira (29 de maio).  O extravasamento e invasão das ruas acontece a partir de quatro metros no ponto do bairro Caça e Tiro. No ponto em frente ao Fórum Nereu Ramos são necessários 3,5 metros de altura para transbordamento. A Defesa Civil permanece com seus trabalhos de monitoramento de pontos críticos, a exemplo do Morro Grande e Sagrado Coração de Jesus.


📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação


As ocorrências de alagamentos atendidas nesta quinta foram originadas de obstrução de tubulação: Ruas Teresinha Arruda Michelon (bairro Bom Jesus), Protásio Campos (Restinga Seca), Aristides Muniz Vieira (Vila Nova), Adolfo Rodrigues (Penha) e Ovaia (loteamento Caroba). Somente inundação de vias, nenhuma residência foi atingida. Portanto, sem vítimas, feridos, desalojamentos ou desabrigos. Uma queda de muro foi atendida na rua Alziro Zarur (bairro Promorar) e deslizamento de terra na rua Osvaldo Muniz (Santa Helena).  A prefeitura de Lages, através da Defesa Civil, tem executado constantes limpezas de córrego em distintos bairros de várias partes da cidade, com a finalidade de prevenir enchentes. A contribuição da comunidade é essencial para evitar problemas coletivos:Não descartar lixo em córregos, rios e em bueiros e bocas de lobo.  

A chuva persiste ao longo desta quinta-feira, deve diminuir nesta sexta-feira (31 de maio) e no sábado (1º de junho) também deve chover. A probabilidade de chuva está em 90% para Lages na sexta e de 30% para sábado. Para domingo (2) a probabilidade de chover é de 73%.
Para receber mensagens de alerta da Defesa Civil basta enviar o número do CEP para 40199. Nas situações de urgência e emergência para atendimento, os cidadãos  podem telefonar para 199 ou 98406-4037, com funcionamento todos os dias da semana, incluindo feriados, 24 horas por dia, ou 3221-1077, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.
📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

Mecanismos de averiguação imediata
Informações são geradas pela plataforma da estação hidrológica situada junto à ponte de acesso aos bairros Caça e Tiro e Bom Jesus, pela qual são coletados dados de nível do rio Carahá, a partir também de monitoramento por imagens pelo mapa interativo do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). O monitoramento da situação em tempo real é realizado ainda por três pluviômetros automáticos, instalados no rio Carahá, bairro São Sebastião e bairro Coral. Em uma fazenda no município de Painel existe um semiautomático, aparelho gerador de dados coletados periodicamente in loco por estudantes do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).
Monitoramento no Estado
A Defesa Civil do Estado informa o aviso de chuva intensa com risco de temporais isolados, raios e granizo com alerta desde a meia-noite desta quinta até às 23h59min de sábado (1º), valendo para praticamente Santa Catarina inteira: Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul, Litoral Sul, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis. A previsão é de chuva persistente, moderada a forte em alguns momentos, com acumulados elevados. Total de 50 a 80 milímetros acumulados para o Estado como previsão. A atenção é especial para as regiões do Vale do Itajaí e Planalto Norte nesta sexta e sábado. A média é de 40 a 70 milímetros em todas as regiões nestes dois dias.



Prefeitura de Lages

Lages registra um acumulado de 40mm de chuva nas últimas seis horas

Desde as primeiras horas desta quinta-feira chove de maneira torrencial na cidade. Equipes da Defesa Civil Municipal atuam no atendimento à comunidade atingida pelas chuvas

Algumas áreas da cidade já registram alagamentos. 📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação 

A Defesa Civil Municipal registrou nas últimas seis horas um acumulado de 40mm de chuva em Lages. A velocidade máxima do vento, até o momento, é de 46 Km/h. Alagamentos em algumas áreas urbanas foram registrados, na manhã desta quinta-feira (30 de maio), no bairro Bom Jesus.


📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

De acordo com o secretário executivo da Defesa Civil, Jean Felipe de Souza, toda a equipe de trabalho atua diretamente no atendimento às famílias atingidas pelas chuvas e no monitoramento das áreas de risco da cidade. “As previsões indicavam este alto volume de chuva, por isso, já estamos em alerta e de plantão para, quando necessário, auxiliar as pessoas que sofrem com os efeitos das fortes chuvas”, diz.

📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

O contato da Defesa Civil para qualquer emergência é 199 ou 98406 4037. 



Prefeitura de Lages 

Banco do Emprego e Fort Atacadista alinham cooperação nas contratações de mão de obra

“(...) A prefeitura está constantemente preocupada com a qualidade da mão de obra e para tal não mede esforços para buscar parcerias e responder ao mercado de trabalho.” - Antonio Ceron

📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

Em fase de obras da sua unidade em Lages, a empresa Fort Atacadista já adianta a etapa das tratativas nas contratações de mão de obra. Profissionais de Recursos Humanos (RH) estiveram em Lages na segunda-feira (27 de maio), em encontro na Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, com ênfase na forma de parceria entre prefeitura e o empreendimento na geração de empregos, traçando a maneira de trabalho para realização de entrevistas. O gerente regional de Gente e Gestão, Paulo Sérgio Ferreira, e a encarregada regional de Gente e Gestão - Expansão, Giselle Cristina Pessoa, equipe do Banco do Emprego e o secretário do Desenvolvimento, Mario Hoeller de Souza (Marião), participaram da conversa.
Neste mesmo dia foram finalizadas as entrevistas para a vaga de Recursos Humanos (RH) de atuação em Lages. Nesta semana será contratada uma RH local. As 15 vagas para lideranças serão preenchidas em processo seletivo dentro de um mês e meio, com data precisa ainda a ser definida. Na sequência, estes funcionários, após serem admitidos, irão participar de treinamento nas lojas do litoral de Santa Catarina, e em seguida, daqui a aproximadamente três meses, serão iniciadas as entrevistas para as funções gerais, contabilizando aproximadamente 250 pessoas.
📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

Fort de Lages terá oportunidades para trabalhadores nas funções de RH, líderes (líder de açougue, hortifrutigranjeiro e mercearia), operador de caixa, frente de caixa, repositor, vagas para Pessoas com Deficiência (PCD) e para pessoas com mais de 50 anos e primeiro emprego. Todas as vagas exigem ensino médio completo mediante comprovação. “A partir de agora os diálogos avançam em direção à geração de postos de trabalho e de impulso à economia de Lages. O Fort já é bem-vindo e terá nosso total apoio, pois o Banco do Emprego possui uma estrutura bem montada e capacidade técnica para atender à empresa em todos os momentos, bem como o Programa Qualifica Melhor Lages abre espaço para atribuir e aperfeiçoar o conhecimento da população interessada em diversas áreas. A prefeitura está constantemente preocupada com a qualidade da mão de obra e para tal não mede esforços para buscar parcerias e responder ao mercado de trabalho”, analisa o prefeito Antonio Ceron.
O grupo do Fort relatou a história da empresa, cidades de atuação, planos de expansão, método de entrevistas, treinamento de funcionários, integração da nova equipe antes da abertura da operação e, principalmente, quantidade de vagas existentes e como se darão as contratações em Lages: todas serão via Banco do Emprego, serviço de cadastro de currículos, pré-seleção de perfil conforme exigências do empregador, encaminhamento para entrevistas e cessão de auditório para capacitações e de salas para seleções coletivas e individuais.
📷Foto: Prefeitura de Lages / Divulgação

O Banco do Emprego fará a seleção dos currículos de acordo com os critérios estabelecidos para cada vaga e encaminhará os currículos para análise pela empresa. A equipe de RH do Fort fará a seleção e agendamento das entrevistas que, por sua vez, ocorrerão no Banco do Emprego na data determinada pela empresa. “Sempre fazem as contratações faltando aproximadamente dois meses para finalizar as obras, pois podem sofrer alterações devido às condições meteorológicas, interferindo nas admissões”, salienta o secretário do Desenvolvimento, Mario Hoeller de Souza. Os interessados nas vagas devem manter seus dados atualizados e ativados junto ao Banco do Emprego, lembrando que o cadastro tem validade de seis meses.
Conclusão das obras para daqui cinco meses
Aos gestores do Banco do Emprego, a comitiva do Fort informou que a previsão para o término da instalação é de aproximadamente cinco meses. O empreendimento está em construção à margem da avenida Belizário Ramos (Carahá), com abrangência de estrutura física pela avenida Papa João XXIII, bairro Petrópolis. “Contudo, ainda será feita uma reunião com o engenheiro responsável pelas obras para discutir os prazos”, antecipa Marião.


Prefeitura de Lages 


quarta-feira, 29 de maio de 2019

Eleito primeiro representante do projeto Jovem Vereador da Escola do Legislativo


📷Foto: Câmara de Lages / Divulgação 

O aluno do 9º ano do ensino fundamental da Escola de Educação Básica Mutirão, Gustavo Andrew, foi o primeiro eleito 
do projeto Jovem Vereador da Escola do Legislativo da Serra. O programa é dedicado ao estudante eleito para representar as demandas da sua escola. A escolha aconteceu na tarde de quarta-feira, 29, durante visita do educandário à Câmara Municipal.
📷Foto: Câmara de Lages / Divulgação
O presidente da Escola do Legislativo, vereador Jair Junior (PSD), recepcionou os estudantes do 8º e do 9º ano, que estavam acompanhados da diretora auxiliar Ana Paula Brun Gonçalves e do professor de Apoio, Juliano Valter Vieira Moreira e os conduziu para conhecer as dependências do prédio da Casa de Leis. Após a visitação fez explanações a respeito das atribuições do parlamentar e conduziu a eleição do Jovem Vereador. O programa pretende reunir as 16 maiores escolas de Lages (municipais, estaduais, particulares) para assim formar o Parlamento Jovem.

📷Foto: Câmara de Lages / Divulgação
O vereador eleito aproveitou para manifestar as primeiras demandas da escola. "Pretendo reivindicar pelo retorno dos projetos extracurriculares que a escola não oferece mais, como por exemplo, o xadrez. A escola também está carente de materiais, pois as bolas que temos estão todas velhas e nossa quadra de esportes ainda é de chão batido, está muito precária", disse Gustavo.


Câmara de Lages

Estádio Municipal recebe mutirão de serviços para receber os jogos do Inter de Lages na série B

O Inter de Lages estreia no Campeonato Catarinense da série B, no próximo sábado (1º), às 15h, fora de casa, contra o Concórdia

📷Foto: Prefeitura de Lages  / Divulgação

A Prefeitura de Lages, através da Fundação Municipal de Esportes e Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, está realizando um mutirão de serviços para limpeza, reparos e adequações no Estádio Vidal Ramos Junior. O local irá receber nos próximos dias os jogos do Inter de Lages, na série B do Campeonato Catarinense de Futebol.
As cabines e camarotes estão recebendo uma limpeza geral para depois ser realizada a pintura interna. Estão previstas também melhorias nas portas na área que recebe a imprensa esportiva e os membros da Federação Catarinense e as delegações visitantes. Nos vestiários, a equipe de manutenção realizou a troca dos forros, manutenção elétrica, troca de chuveiros e demais adequações exigidas pela Federação.
📷Foto: Prefeitura de Lages  / Divulgação

Para o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME) Renatinho Junior, é fundamental deixar tudo em ordem para receber o Leão Baio no Estadual. “Da mesma maneira que deixamos tudo em ordem no Ivo Silveira para os Jogos do Lages Futsal, no Jones Minosso para os Jogos das Leoas, Jocol ou os eventos que recebemos na nossa cidade das demais modalidades, temos que preparar o nosso Estádio para os jogos do Internacional neste ano tão especial que marca os seus 70 anos. Em parceria com a Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente, fizemos uma limpeza geral e os reparos solicitados pela FCF. Agora é esperar e torcer pelo Leão Baio”.
O Inter de Lages estreia no Campeonato Catarinense da série B, no próximo sábado (1º), às 15h, fora de casa, contra o Concórdia.


Fonte: Prefeitura de Lages