quarta-feira, 22 de março de 2017

Secretaria realiza encontro com professores da disciplina de Educação para a Sustentabilidade


 A disciplina está incluída na grade curricular do pré ao 5º ano da rede municipal de ensino

   Uma atividade ao ar livre, no contato direto com a natureza, respeitando o meio ambiente, em um dos espaços públicos mais bonitos de Lages. Assim foi o primeiro encontro realizado pela Secretaria Municipal da Educação, no Parque Jonas Ramos, o Tanque, para o início das atividades com os professores da disciplina de Educação para a Sustentabilidade.
   Esta nova disciplina está inserida na grade curricular dos alunos do pré-escolar ao Ensino Fundamental I, que corresponde até o 5º ano. O objetivo pedagógico central é ampliar e desenvolver a responsabilidade individual e coletiva enquanto cidadãos capazes de relacionar fatores ambientais com as questões econômicas, políticas e sociais no meio em que vivemos, sempre respeitando o conteúdo específico e a faixa etária dos alunos.
   O prefeito Antonio Ceron prestigiou o evento e saudou todos os professores da área, ressaltando a importância da educação ambiental desde os primeiros anos da formação educacional. “As leis e diretrizes ambientais determinam de forma clara os cuidados que devemos ter com o meio ambiente para que possamos preservar e usufruir de todos os bens naturais”, disse. Ele lembrou também que quando estava como secretário de Estado da Agricultura, criou o Código Ambiental de Santa Catarina, o primeiro do país, que mais tarde veio ser base para o Código Nacional.

Planejamento

   De acordo com a equipe técnica do projeto de Sustentabilidade, da Secretaria Municipal da Educação, o foco das aulas deverão ser as atividades teóricas e principalmente as práticas que despertem o perfil investigativo e de curiosidade dos estudantes para a realização de experiências e atividades. “Não queremos que esta ação pedagógica fique apenas em um determinado período, mas sim mudar as atitudes no cotidiano dos alunos e, consequentemente, dos seus familiares. Temos que mudar alguns hábitos”, comentou a secretária da Educação, Valdirene Vieira. 
  As atividades iniciam no pré-escolar onde os alunos terão contato com os quatro elementos da natureza: água, terra, fogo e ar. No 1° ano as crianças devem aprender sobre as plantas medicinais e seus inúmeros benefícios. No 2° ano devem ser apresentados temas como poluição, destino correto do lixo e reciclagem.
   As tradicionais hortas escolares e os cuidados necessários com as plantas, assim como a compostagem, feita através do lixo orgânico, e o uso de inseticidas, serão trabalhados no 3° ano. Na turma seguinte, as energias alternativas, como a solar, a eólica e o consumo consciente da energia elétrica serão debatidos entre os alunos e professores. Já no 5° ano a preservação da Mata Atlântica e suas características fecharão o ciclo de conteúdos do projeto.

Professores

   Os professores que estão atuando na disciplina são todos habilitados em Pedagogia ou em Ciências Biológicas, com cursos de aperfeiçoamento e especializações na área. “Este era um compromisso da nossa gestão e que estamos colocando em prática. No próximo ano letivo teremos mais novidades na grade curricular da rede municipal como a inclusão do empreendedorismo para os alunos do Ensino Fundamental II, que compreende do 6º ao 9º ano”, enfatizou a secretária.


Fotos: Greik Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário