quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Servidores da Secretaria de Desenvolvimento Econômico recebem capacitação


A pasta, reconhecida por prestar capacitações gratuitamente à população, esta semana fez o caminho inverso: qualificar os profissionais que atendem os cidadãos

Petterson Arruda é professor universitário e consultor de empresas. O especialista leciona aulas na disciplina de gestão de pessoas nas engenharias de produção, civil e elétrica. Na tarde desta terça (27) ele repassou parte de seus conhecimentos ao seu público-alvo. Desta vez a plateia esteve formada por servidores da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda – setores do Banco do Emprego, Programa Empreender Lages, Incentivos Econômicos e Assessoria de Gabinete e Projetos.
A secretaria, reconhecida por prestar capacitações gratuitamente à população, esta semana fez o caminho inverso: qualificar os profissionais que atendem os cidadãos em busca de colocação no mercado de trabalho com a intermediação de mão de obra, os Microempreendedores Individuais (MEIs) e os pequenos e grandes empresários. O consultor trabalhou os temas de relacionamento interpessoal, criatividade, comunicação e negociação, fazendo com que os colaboradores vejam a secretaria como um todo e não como setores fragmentados.
Petterson entende que as pessoas têm de desempenhar suas funções em um “clima legal”, com motivação e doses de inovação e empreendedorismo. “A população quer, no mínimo, olhos nos olhos, atenção, cordialidade e direcionamento para a resolução de seus problemas”, salienta. Esses são, de acordo com ele, os ingredientes para uma receita de sucesso. “Aqui temos um grande grupo que precisa estar sempre sintonizado e saber ouvir elogios, críticas e sugestões. Deve imperar o espírito de equipe, uma corrente mútua de contribuição”, define.
O aperfeiçoamento de experiências e o progresso no trabalho é uma das bandeiras do secretário de Desenvolvimento Econômico, Juliano Chiodelli. “Os colaboradores passam grande parte do seu dia em seu ambiente de trabalho e muitas vezes tornam-se mais que colegas”, conclui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário